Captura de Tela 2015-06-08 às 13.31.51

S05E09 – THE DANCE OF DRAGONS

O tão aguardado episódio 09 de Game of Thrones foi ao ar no domingo passado, e trouxe tantas sensações diferentes aos espectadores, que é difícil começar a resenha sem antes dizer algumas coisas.

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.06.14
a feição de muitos dos espectadores, ao terminarem de ver o episódio

Ficou claro, assim que Daenerys deixou a Arena de Daznak, que esse havia sido o pior “nono episódio” de todas as temporadas. A busca por “manter a tradição” acabou sendo o erro dos produtores.

Até o momento, o melhor nono episódio foi o S04E09 – The Watchers on the Wall.

Porém quando terminei de ver o episódio S05E08 – HardHome, achei que o potencial ali era digno de um nono episódio. Então, aumentei minhas expectativas para o penúltimo episódio da Season 05.

Pode ter sido esse meu erro. Ou talvez o erro foi mesmo dos produtores.

Bem, vamos falar do episódio de forma cronológica, e eu explico minhas impressões sobre o episódio.

O que eu esperava de S05E09 – The Dance of Dragons?

Teremos Jorah lutando na Arena, e isso é bem interessante. Se bem que, se Tyrion já está com Daenerys, não haveria como acompanharmos Jorah sozinho por Meereen, andando a esmo. Provavelmente ele se inscreveu para lutar nas liças, ou está ali como um escravo.

O que o episódio realmente nos trouxe 

S05E09 – The Dance of Dragons

O episódio trouxe basicamente o que eu havia imaginado. Jorah na Arena de Daznak e Tyrion ao lado de Daenerys. Muitos acharam isso ruim, pois era uma antecipação muito grande (e um spoiler gigantesco) dos acontecimentos dos livros, mesmo nós sabendo que Tyrion fatalmente encontrará ela no próximo livro.

Acho que foi uma boa ideia dos produtores adiantar esse encontro, pois o núcleo de Daenerys está tão ruim, que apenas o anão, conseguiria manter o interesse do público.

Captura de Tela 2015-06-08 às 13.11.45

O episódio começa com o incêndio no acampamento de Stannis.

Gostaria muito que no próximo episódio fosse revelado que o incêndio se deu pela magia de Melisandre e não por causa de Ramsay Badass Bolton e seus vinte bons homens. Seria uma explicação bem mais coerente.

Gostei do cavalo em chamas.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.22.56A sensação que deu, ao ver a silenciosa e piromante ação de Ramsay, foi:

Então se os produtores derem 40 homens para Ramsay, ele toma Porto Real?

A ascensão de Ramsay não pára. Ele está sendo revestido de uma invencibilidade tão grande, que quando cair, não se justificará. Ele está imune. O que ele decide fazer, ele consegue. E isso começa a incomodar com o tempo.

Os prejuízos de Stannis foram grandes. Destruição das máquinas de cerco, centenas de cavalos mortos, escassez de suprimentos e dúzias de tendas destruídas.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.23.30

Mais ao Norte, do Outro Lado da Muralha, vemos Jon Snow e os remanescentes de Durolar.

A espera pela abertura dos portões da Muralha, foi impactante. O gigante na cena contribuiu para deixa-la bonita e tensa ao mesmo tempo.

Cansados, enregelados e sem nenhuma esperança, ali estava um grupo aguardando pelo destino. O alívio de Jon ao ouvir o som do portão sendo aberto, foi palpável.

Já lá dentro, achei legal ver no rosto de cada Irmão Juramentado a raiva quase incontida ao ver tantas bocas para serem alimentadas em um inverno rigoroso. Isso faz qualquer um odiar Jon. Exceto aqueles que viram o que os Outros são capazes.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.24.05

 Desenvolvimento dos personagens da Muralha

Allister Thorne, resume a frustração dos Irmãos da Patrulha, e seu posicionamento é digno do cargo que ocupa. Foi sensacional ver até onde o desenvolvimento de Allister chegou. Desde o episódio S01E03 – Lord Snow, acompanhamos esse personagem e aprendemos a odiá-lo.

Hoje, vemos um personagem que age de acordo com o caminho que trilhou até então. E ele convence. O núcleo da Muralha está convencendo, desde a terceira temporada.

Vejam a introdução de Olly, por exemplo. Vejam o desenvolvimento do personagem até agora.

Ele foi introduzido sem que existisse um correspondente nos livros, porém foi tão bem desenvolvido que hoje está inserido no núcleo e terá uma participação importante.

E essa participação será bem aceita por todos os espectadores.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.25.08

Faz tempo que podemos sentir o clima tenso da Muralha. Então não seremos surpreendidos com o desenrolar da trama.

E quando digo “não seremos surpreendidos” pode parecer que estou sendo contraditório, pois em resenhas anteriores eu disse que queria ser surpreendido.

Porém eu sempre espero uma surpresa que faça sentido, que siga ao menos, o desenvolvimento dos personagens.

Então, se Olly fizer algo que não está nos livros (ou fizer algo no lugar de outro personagem), por ter sido desenvolvido de forma correta no decorrer da história, então fará sentido, e eu gostarei da surpresa.

Em contrapartida o que mais me incomodou foi a alteração de comportamento de Stannis. E falarei mais a frente.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.25.16

A desculpa de Stannis para dispensar Davos, foi pífia. Ele sabe que não há absolutamente nada que Jon possa fazer para ajudar o Pretendente ao Trono.

Stannis sabe que Jon está buscando os selvagens e sabe da falta de mantimentos. Não faz sentido ele pedir isso para a Patrulha da Noite. Se a manobra foi apenas para tirar Davos dali, acho que Davos teria imaginado. Porém, deveria seguir as ordens de seu Rei.

O momento do Cavaleiro das Cebolas e Shireen foi emocionante.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.25.28A entrega do Cervo, só serviu para nos apegarmos ainda mais a ela. As risadas, a promessa de voltar e ler o livro, enfim… Tudo isso foi uma tentativa de tentar tornar o episódio (que não tinha elementos suficientes) em um “episódio 09”. O “episódio que assusta”.

Captura de Tela 2015-06-09 às 17.29.23

O nome do episódio, se justifica aqui. A Dança dos Dragões, é citada por Shireen. Foi legal ver isso.

Agora vamos para Dorne. Sobre as Serpentes de Areia, nem vale a pena comentar. Elas continuam perdidas na série, e fazem um papel tão ridículo, que Dorne poderia não ter sido abordada na série.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.27.10

O que eu gostei foi o pensamento estratégico de Doran Martell. Em poucas palavras, ele conseguiu colocar seu filho no Pequeno Conselho. E tudo pareceu ser o lógico. Ele fez o que queria, e pareceu que Jaime estava guiando os rumos das negociações.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.26.24

Aero Hotah, é um personagem que me fascinou quando li O Festim dos Corvos. E ve-lo dessa forma me incomoda.

Vamos para Bravos e seguimos Arya. Os acontecimentos mostrados aqui, praticamente dizem o que vai acontecer no próximo episódio.

Captura de Tela 2015-06-09 às 17.32.27

E a frase “Quanto pela sua ostrinha?”, que eu achei sem cabimento, é na verdade a base para o desenvolvimento de Arya e Meryn Trant e sua vingança.

Vou explicar no decorrer da narrativa desse núcleo.

Me incomodou como Arya perdeu completamente o rumo, ao ver Meryn Trant. Parece que o treinamento dela, não serviu de nada. Ou seja, tudo o que o personagem conquista na série, é descartado, caso isso seja da vontade do roteirista.

Captura de Tela 2015-06-08 às 18.27.32

Sempre é um prazer ver Mark Gatiss atuando e ele como Tycho Nestoris ficou bem. Talvez por ter chegado bem incomodado até esse momento da resenha, a música entoada por Mace Tyrell também me incomodou. Continuamos acompanhando Meryn Trant.

Fica fácil juntar as pontas soltas… O pedido por uma garota mais nova, já nos remete à Arya.

E então, será isso.

A garota das ostras se oferecerá à Meryn Trant no próximo episódio, e talvez a frase tosca da ostra (dita pelo garoto lá atrás) se encaixe nesse desfecho. Arya seduzirá ele e… pronto. Trant estará morto.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.52.04

Não acho ruim isso, nem apelativo, pois foi dessa forma que Arya matou Raff, o Querido no capítulo liberado de Os Ventos do Inverno. Ela o seduz, e o mata. Porém, acho que Arya não evoluiu na série o suficiente para fazer isso.

Para quem quiser ler, o capítulo disponibilizado por Martin é só clicar aqui. [Fonte: Game Of Thrones BR].

Sendo assim, teremos um pouco de Os Ventos do Inverno nessa temporada, também nesse núcleo.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.53.30

Na casa do Preto e Branco, Jaqen descobre a mentira de Arya?

Seria interessante se ele não tivesse percebido. Assim, ela teria evoluído nesse quesito. E conseguido mentir para ele. Acho que contribuiria para o desenvolvimento de Arya.

Voltando a Dorne, vemos Ellaria Sand, jurando lealdade a Doran.

Isso me deixou intrigado. Será que a atitude dela, em falar com Jaime é fruto da lealdade à Doran, ou apenas uma falha no roteiro?

Simplesmente ela decidiu ser cortês com Jaime, e pronto?

Eu quero apostar na primeira opção. E espero que Dorne tenha uma postura diferente daqui para frente. o que melhoraria o núcleo.

Captura de Tela 2015-06-09 às 15.54.49

Agora no Norte, vemos a conversa final entre Shireen e Stannis. Muito carinho envolvido, com a intenção de nos fazer odiar o acontecimento que estaria por vir. Antes de falar qual foi a minha percepção sobre essa cena, vi que muita gente citou a entrevista que deram a respeito da morte de Shireen

A ideia de matar Shireen, veio do Martin.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.56.36

A morte de Shireen não me incomodou. Ela pode morrer no próximo livro, ou não. Desde que faça sentido.

Seu sangue é real. Vimos magia com sangue real. Porém, o que me incomodou foi como a HBO desenvolveu Stannis nessa ultima temporada e depois, sem nenhuma justificativa plausível, fez ele sacrificar a filha.

E porque isso? Com o único intuito de “causar comoção no episódio 09”. Se Stannis continuasse agindo como agiu nas temporadas anteriores, eu nem reclamaria.

Captura de Tela 2015-06-09 às 13.08.42

Mas, propositalmente os produtores mostraram um lado humano de Stannis pouco desenvolvido, apenas para nos chocar com uma mudança drástica de comportamento.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.57.08

E é aqui que entra a frase de Tyrion, quando ele ajudou Daenerys a julgar Sor Jorah, em S05E08 – Hardhome.

Um governante que mata aqueles que lhe são devotos… Não é um governante que inspire devoção.

É exatamente isso. Foi possível ver no rosto dos homens de Stannis que ninguém ali parece feliz.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.57.53

Qual o preço de tudo isso? A neve derrete, todos odeiam Stannis e fim. De uma hora para outra, Stannis se torna dispensável para a série. E o público quer vê-lo morto.

Será Brienne a responsável pela morte dele? E assim vingar a morte de Renly Baratheon?

Então teremos Brienne como vingadora de nossas frustrações, até que os produtores façam Brienne agir de forma aleatória e negativa… E, quem sabe passaremos a odiá-la também…

E esperar por um novo vingador de nossas frustrações?

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.57.35

A gota d’agua foi Selyse chorando. A mulher que passou temporadas odiando a filha, acreditando que era uma afronta ao Deus Vermelho e no final, demonstrou ter mais amor pela filha do que Stannis.

Isso me mostra que não levaram em consideração o desenvolvimento dos personagens.

Era possivel mostrar um sofrimento maior por parte de Stannis no decorrer da temporada. A dúvida lhe correndo. Mostra-lo sempre pensando na possibilidade de matar sua filha. E ao mesmo tempo, mostrar ele sempre distante dela. Querendo impedir o contato, para doer menos.

Porém fizeram o contrário, apenas para chocar o público.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.57.14

A única personagem que manteve sua personalidade foi Melisandre. Fez o que sempre esteve disposta a fazer.

Porém a HBO chocou de tal forma, que o momento mais esperado, a entrada de Drogon na Arena de Daznak, foi totalmente ofuscado.

Drogon

A interpretação da Emilia Clarke é péssima. Parece que as coreografias e efeitos especiais usados no núcleo de Jon Snow não podem ser usadas para os outros núcleos.

O primeiro dialogo entre Daenerys e seu futuro marido, passa uma falsa ideia de traição.

Onde esteve?

Só garantindo que tudo esteja em ordem.

Bem… Isso dá a ideia de que é ele quem está por trás do atentado contra a Mãe de Dragões. Porém, os produtores querendo nos chocar, simplesmente matam o personagem e você fica sem entender.

A insistência de Daenerys em não gostar das Arenas é extremamente cansativo. Entendemos que ela não gosta disso. Mas optou por fazer há muito tempo atrás. E por que não assumiu ainda?

Stannis muda de opinião de um episódio para o outro. Daenerys continua renegando sua própria decisão, praticamente meia temporada.

O aparecimento dos Filhos da Harpia se dá de uma forma bem inverossímil. De repente, todos estão de máscaras e até seus “vizinhos de arquibancada” se assustam com o acontecido.

Nobres e escravos sendo mortos? Estranho.

Captura de Tela 2015-06-09 às 09.58.57Os 8000 Imaculados de Daenerys, simplesmente sumiram.

Então, quando tudo parece perdido, (tanto o episódio quanto a situação de Daenerys) ouvimos o rugido de Drogon. Como eu esperei por isso! A criatura desceu de forma majestosa na Arena. E eu curti os efeitos especiais.

O tamanho de Drogon está de acordo com o tamanho mostrado nessa temporada. Estranho seria se ele crescesse em um curto espaço de tempo.

Captura de Tela 2015-06-09 às 18.09.02

Era uma cena muito esperada para quem leu os livros e para quem não leu, foi uma grata surpresa.

Eu me empolguei, porém não do modo como eu imaginei que me empolgaria! Foi uma cena como de qualquer outro filme com fantasia medieval. Não tive aquela sensação: MEU DEUS, É DROGON NA ARENA.

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.05.31

Não me levantou da cadeira. Não me deixou alucinado. E quando mostrou Daenerys montando em Drogon, o efeito especial me incomodou demais.

Enquanto dezenas de lanças são atiradas contra o dragão, Daenerys insiste em se aproximar com passos leves e uma altivez sem sentido. Praticamente deslizando até seu dragão.

E então, tenta tocar (pela 4 vez na série) o focinho do animal. NO MEIO DE UMA GUERRA! O ritmo da sequência de ação me incomodou.

Não foi tão impactante e épica quanto nos livros, porém como eu decidi que não faria comparações com os livros, só achei que o motivo que levou Daenerys a montar em Drogon foi diferente.

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.06.26

Na série me pareceu que a atitude dela se deu mais como uma tentativa de defendo-lo dos ataques de lança, do que qualquer outra coisa. Mesmo assim, ficou um pouco confuso, pois ela deixou todos seus amigos, e se foi.

Missandei, Tyrion, Daario e Jorah são deixados, confusos e sem apoio.

Mais ou menos como eu fiquei, ao final do episódio. Confuso.

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.02.02

Faltou dizer sobre Jorah defendendo sua Khaleesi, e quem sabe não vai rolar uma escamagris ali. Tudo é possível, na série.

Desde o início dessa temporada, havia decidido que veria série sem expectativas criadas pela leitura dos livros. Porém, olhando apenas para a série da HBO, os produtores falharam ao tentar manter a tradição do episódio 09. A entrada de Drogon deveria ter sido o ápice do episódio.

Não me incomoda a morte da Shireen por que no livro não aconteceu. Me incomoda porque a postura de Stannis é incoerente. Assim como a da Selyse.

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.07.21Para mim, tirando o desenvolvimento acertado do núcleo de Jon, o episódio foi uma sucessão de erros e mal aproveitamento dos personagens que trazem consigo uma bagagem. Não levar em consideração essa bagagem é dar um tiro no próprio pé.

Ontem Stannis era um pessoa. Hoje é outra. E amanhã? Quem será o próximo personagem que será descaracterizado em tao pouco espaço de tempo?

Captura de Tela 2015-06-09 às 10.08.07

De qualquer forma, estou empolgado para ver a conclusão do núcleo de Jon e de Cersei. Os dois núcleo que desde o início da temporada estão sendo tratados de uma maneira correta.

26 comentários sobre “S05E09 – THE DANCE OF DRAGONS

  1. Bom dia, D.

    A minha feição foi dessa para pior! cada coisa que eu achei mal feita colaborava para minha cara de “Uhnnnnnnnnnnn”.

    Logo na primeira sequência, é muito estranho que simplesmente um grupo inimigo consiga se infiltrar em TODO o acampamento e colocar fogo simultaneamente em vários pontos táticamente espalhados pelo local sem serem vistos por absolutamente ninguém e após o ocorrido, nós já sabermos que foram 20 homens… Caramba, não há estrategista melhor que o Ramsey.

    Sobre a decisão de Stannis, eu não compreendi o contexto… quanto tempo eles estão naquela situação? A crise já era drástica há algum tempo? Foi uma decisão de impulso? Ele estava confiante e diante do ataque viu que tinha poucas chances, daí decidiu abrir mão da filha? Ou nos epis anteriores toda aquela convicção dele em seguir para Winterfell não era realeza, mas pq sabia que R’ollor ia resolver tudo no final?!!

    Quanto a muralha, achei legal o comportamento do Sir Allister. Achei digno.
    E a imagem aérea a chegada dos selvagens mostrou que mesmo sendo um grupo reduzido de sobreviventes, é um grupo mais substancial que os membros da patrulha. Isso deu mais força para os argumentos de Jon, eu acho.

    Ok, nós já entendemos que o Olly está bravo, chega de closes específicos…

    O núcleo da Arya ficou decepcionante (apesar do Mark Gatis engraçadão) achei que foi um fracasso dela ter se dispersado e não ter completado sua missão. E não entendi o porquê deste andamento.

    Dorne foi só pra passar o tempo mesmo…. Nikolaj Coster-Waldau fica bem nas telas e acho que precisavam de uma forma de mantê-lo na temporada. Legal, agora ele volta pra Porto Real com a filha e o genro, diz pro Tommen que o príncipe de Dorne (outro moleque) será do pequeno conselho e ?????

    Na arena…. que bom que o Tyrion já se encontrou com a Danny. Já pensou naquela sequência sem o anão?
    As melhores falas diplomáticas vêm dali. A Guerra dos Tronos e seus desdobramentos. As falas que vêm dele vão ecoando por vários outros núcleos e se encaixando no que cada um pretende e em como pretende. Os grandes discursos eloquentes, as alianças com os ricos, os governantes que não inspiram devoção….
    E de quebra, temos umas ceninhas de humor, Tyrion matador e galanteador, salvando Missandey (perdeu, verme cinzento)

    Não posso dizer que não é interessante ver mais uma vez a vulnerabilidade de Daenerys, ela nunca vai conseguir conquistar a todos. Teve que aceitar ser resgatada pelo Sir Jorah, enfim…. apesar da sequência de ataque sem sentido, teve alguns pontos interessantes.

    O contato dela com Drogon pareceu mais uma cena afetiva entre soluço e banguela do que outra coisa.

    Eu queria ver uma carnificina mais chocante, confesso, mas vontades pessoais a parte, as cenas, pelo menos, me deixaram ansiosas pelo que virá a acontecer nesse núcleo.

  2. Parabéns pela resenha Drunk, sempre um prazer ler.

    Também acho que esse foi o pior 9º episódio da série até aqui, pois acredito que tenha sido mal dirigido. A cena da arena realmente ficou confusa, não reclamo da falta de perícia dos Imaculados, pois todos são humanos e, quando pegos de surpresa, é difícil reagir rapidamente, mas acho que eles estavam em pouca quantidade, não que deveriam ter 8.000 na arena, mas pelo menos uns 50 à 100 protegendo a Dany ficaria mais plausível.
    Acredito que a falha na direção se deu devido ao episódio não transmitir a sensação de segurança aos outros personagens no momento em que a Dany sai voando no Drogon, pareceu que ela abandonou os outros pra morrer. Acho que se o Drogon tivesse mais poder de fogo e estivesse matando geral, faria mais sentido ela acalmar ele e sair voando.
    No caso do Stannis acredito que também houve certa falha na direção pois, no meu entender, ele decidiu sacrificar a filha pois sabia que todos eles iriam morrer se continuassem naquela situação, acredito que se tivessem passado uma sensação maior de desespero no acampamento faria mais sentido.
    Os outros núcleos foram apenas uma ponte para o último episódio. Espero que o Doran tenha algum plano secreto assim como nos livros e que seja revelado nesse próximo episódio, seria demais.

  3. Uma pena, eu tinha escrito um comentário gigante… kkk

    A temporada inteira, independente do que acontecerá no episódio 10, gerou em mim um sentimento de tristeza… fico um pouco triste pelas adaptações que fizeram e que, ao meu ver, não se justificaram (poderia citar várias e também soluções mas isso seria mto off-topic).

    Porém o que mais me deixou triste é que as cenas que estão nos livros não foram levadas a telinha de forma que deveria. Não digo a cena da arena em si, mas pelo sentimento de tensão que se passa em cada núcleo… Porto Real, Dorne, Winterfell, Mereen, etc… tem muita politicagem e “players” que ficaram fracos ou nem existiram.

    Acredito que os erros desta temporada é pura e simplesmente por dois motivos:

    1) Ego Hollywoodiano: Showrruners com ego inflado botaram energia em cenas impactantes (por assim dizer) em detrimento ao enredo.

    2) Erro do enredo. Pode ser mimimi ou me acharem Hater, porém 1 acréscimo e 2 mudanças pontuais mudariam a temporada pra mim. O acréscimo seria assim:

    – Voltemos ao episódio 4×10 The Children, 66 min de episódio. Sobe a tela como fosse terminar o episódio… da uns 3 segundos e, aparece um Frey montado em um cavalo, andando por uma floresta reclamando da vida quando,… finalizando num close em StoneHeart… Ai sim acabaria o episódio.

    StoneHeart mudaria 2 pontos que foram mal aproveitados, Jaime e Briene e Dorne.

    Não teríamos Jaime em Dorne e Briene em Winterfell, teríamos um mistério e suspense suficiente pra elevar a trama da temporada.

    Deixaria Dorne livre pra agir e conspirar conforme os livros.

    Sansa poderia ou não seguir o que foi na série.

    E principalmente, isso tudo sem mto acréscimo de orçamento… Deixaria a temporada mais redonda e “fiel”.

    PS.: quem não leu os livros deve estar se perguntando porque dessas alterações mudaria a temporada e quem é a StoneHeart, porém que leu sabe bem o que modificaria. Desculpe não dá pra explicar tudo.

  4. Primeiramente parabéns pelo seu site. Muito bem feito, com textos inteligentes e análises bem articuladas. Descobri a página lá “Na Trilha dos Livros” da querida Fê Vinhas. Já acesso aqui há algum tempo, pesco umas dicas de livros e leio tudo sobre as Crônicas, suas teorias nos instigam, rsrsrsrsrs…

    Gostaria de fazer algumas observações sobre o tão esperado S05E09 :

    * Acredito que o fogo no acampamento foi causado por Melisandre como forma de pressionar Stannis a sacrificar a filha. Ele sofre perdas militares e ferido pelo orgulho não pode recuar. “Quem tá na chuva….” Pobre princesa.
    Só achei equivocada a atitude dele mandar enforcar os guardas como se eles fossem cúmplices do atentado. O cara já tá no prejuízo, tendo que enfrentar frio, fome, lentidão no avanço, uma baita dúvida na cabeça, e ele ainda manda eliminar mais gente do seu combalido contingente ???

    * O que gostei no retorno de Jon+Wilds foi quando Jon lamenta seu “fracasso” e o excelente observador Sam Tarly começa a olhar o pessoal passando e vai falando pra Jon que para cada um daqueles sobreviventes ele não havia falhado.
    Sam sempre um passo à frente, por isso será um Meistre no futuro. Enxerga longe o Sor Porquinho.

    * A cara de Alliser é de revolta, não é pra menos…ele na verdade deve ter é ciúmes de Jon, mas quem tá do lado de fora de Castle Black é o seu Lord Commander, logo não tem como deixar o portão fechado. Ele honra os códigos internos da Night’s Watch. Ponto.

    * Não achei pífia a desculpa de Stannis para afastar Davos. Ele teve que “apelar” para a realidade de suas limitações, e Jon tem uma dívida com ele : os barcos emprestados para a expedição à Durolar. Stannis sabe que Davos irá protestar, argumentar, mas no final sempre obedecerá seu rei. E o Cavaleiro das Cebolas não é bobo, tanto que ele pede pra levar consigo Selyse e Shireen, afinal quem não chora não mama…mas Stannis é irredutível. Davos então leva um presente para Shireen, ele é um homem experiente, ele sabe que Stannis está totalmente manipulado por Melisandre e não tem o que fazer. A cena com a garota é fantástica, uma senhora despedida entre eles. Ponto para os atores mais uma vez.

    * Dorne é uma piada. E não merece mais nenhuma linha.

    * Arya…Jaqen já havia dito que ela não estava pronta pra ser ninguém. A prova é Agulha escondida logo no começo da temporada. Ela é uma Stark, sempre será. E ainda por cima ela ainda é uma criança, mesmo amadurecida por tantos percalços na sua caminhada. Ela vê em Trant a oportunidade de riscar mais um nome de sua lista e ainda por cima provar à Jaqen que se tornou uma assassina. Meryn não verá mais King’s Landing !!!

    * Sério…os gritos de Shireen foram o ponto alto da cena…quanto realismo. Fui “dormir” com eles no ouvido. E a frase de Tyrion do episódio anterior é perfeita mesmo, parabéns pela observação.

    * O gancho para Brienne é interessante, mas não acho que vai rolar. Ela está em Winterfell e Stannis isolado. Acho que o destino dela está mesmo atrelado ao de Sansa.

    * Drogon. Minha sensação foi igual a sua…tudo muito artificial. Cadê os Imaculados ? Tavam de folga ? Num evento daquela magnitude ? As lanças voando e ela fazendo carinho no focinho do dragão, kkkkk…peraí né ?! Quanta confusão. Gostei da atitude de Jorah, tipo perdido por um, perdido por mil…lutou até o fim pelo seu perdão e alcançou. Meeren deve ser governada pelo anão, é a dança dos dragões, mais um indício que o Imp é um Targaryen.

    Ufa….acho que me empolguei na escrita.
    Um abraço, e que domingo venha logo.

    1. Vale lembrar que os livros 4 e 5 não formam uma sequência, pois as histórias são paralelas no tempo, apenas divididas geograficamente, por isso que ainda tem muita coisa pra acontecer na série baseada nesses livros. O núcleo de Bran é uma delas, a viagem de Sam até a Cidadela também, o núcleo Greyjoy, Brienne, Dorne….

  5. Amo esta leitura, já estava aguardando a resenha do nono.
    Não faço parte do público que adorava o Stannis, nunca gostei dele. Matou o próprio irmão, judiou de Gendry… Tipo de pessoa que faz qualquer coisa pelo poder, além de ser manipulado pela Melissandre. Sou do tipo que adorou a derrota dele na Água Negra. Foi muito triste a morte de Shireen, mas confesso que não fiquei surpresa, tive dúvidas se ele teria esta frieza, mas não duvidei.

    1. Concordo que as atitudes de Stannis até aqui não foram nada agradáveis, mas não acho que ele quer o Trono de Ferro pelo poder, e sim porque ele é o legítimo rei, já que sabemos as origens de Tommen.

  6. Ótima resenha, como sempre. O episódio, para mim, foi o mais decepcionante da temporada, principalmente porque hardhome foi incrível. O núcleo de Dorne é desnecessário, as serpentes são patéticas e o que foi aquilo? Brincando de adoleta? Não entendi. O sacrifício da Shireen me fez detestar um personagem que eu acreditava ser o melhor pretendente ao trono de ferro. Em um ato egoísta e desumano Stannis entregou a unica filha em sacrifício apenas para não morrer de fome e seguir a marcha até Winterfell, e ele não demostrou qualquer compaixão, em um momento ela significa tudo pra ele e no outro ele nem sofre ao vê-la sendo queimada viva. Não entendo nada de sacrifícios, mas se o sangue de um bastardo real vale pela vida de três reis, a única herdeira do Stannis deveria garantir a conquista dos sete reinos, no minimo. A arena não foi o que eu esperava, achei estranho o modo como o Drogon foi introduzo na cena, como se a Danny tivesse invocando ele, não que não seja possível essa conexão, mas o fato é que eles ainda não eram tão próximos. Depois ela simplesmente sobe e parte para dar um passeio, deixando seus súditos na pior. Sério isso? Pra finalizar acho os imaculados tão fracos que se eles viessem para westeros e enfrentassem os vagante brancos a Daeneryes passaria muita vergonha, só acho.

  7. A morte da Shireen de fato foi tensa apesar de esperada, desde a temporada passada Melisandre disse à Selyse, que de acordo com as profecias o senhor da luz iria precisar de Shireen. A mim não foi chocante a cena da morte da menina, nem a dureza do Stannis,uma vez decidido fazer o sacrifício com ela, ele tinha que ter uma postura firme e forte pra não voltar atrás. Mas não gostei da cena envolvendo a Selyse, ela nunca gostou da filha, por ela a menina já estaria morta há muito tempo. Se ela passou a vida toda da menina odiando-a, porque mostrar uma mãe agora com um coração mole. Não convém com o papel dela na serie, nem nos livros.
    E agora qual sera a conduta dela daqui pra frente, continuar aceitando R’hllor como seu Deus? apoiando sempre a Mel? E a postura do Sor Davos quando souber da morte de Shireen do modo que ocorreu, abandonaria seu rei?
    Se Stannis pra conquistar Winterfell matou a filha, será que ele nem pensou que Winterfell não é Porto Real, porque até ele chegar lá, vai haver muitas batalhas e também muitos sacrifícios, e quem ele vai usar? Ou a série nem vai deixar ele chegar perto de Porto real, e vai mata-lo antes.
    Poderia nessa cena de sacrifico, vermos o que não ocorreu com Mance/Camisa de Chocalho. Poderia ser a Selyse quem está sendo sacrificada, e essa reação tao inesperada ser da Shireen? Poderia Selyse estar gravida de Stannis(seu sangue dentro do útero da mulher), assim ele mataria 2 coelhos com uma “queimada” só, matando o próprio filho e também se livrando da mulher, que convenhamos é Chata.
    Em Dorne, fiquei curiosa quando o Doran Martell disse a Ellaria Sand, que ela tinha lhe dado 4 sobrinhas que ele amava muito. Eis a questão: só vimos 3, e qual o paradeiro da 4ª vibora? Será ela quem fará Dorne valer a pena, porque todo o núcleo dali é um fracassso.
    Agora na arena de Daznak, gostei de ver Jorah voltando ao núcleo de Dany, da forma como foi aceito. Achei meia-boca o que eles fizeram dentro da arena. Esperava ver um Drogon maior(pelo menos um pouquinho), me deixou triste em ver que no livro o “dragao” foi salvar a sua mãe, e já na serie a Dany quem teve que salvar seu filhote/dragao. Que merda de dragao é esse, tao frágil assim? O que eu percebi ali, o quão é fácil matar um dragão. Mesmo ele sendo novo ainda, tinha que ter pelo menos uma pele/escama mais resistente.
    Esperava tanto essa cena, e foi deprimente ver Drogon daquele jeito.
    Uma vez morto ‎Hizdahr zo Loraq, nos deixa dúvida de quem esta comandando os filhos da Harpia, e minha suspeita é o Daario Naharis.

    1. Na verdade das 3 que aparecem na série, só uma (Tyene) é filha da Ellaria. E acho que a série contou errado, porque na wiki de Game of Thrones (Série, não dos livros) está dizendo que as filhas da Ellaria com o Oberyn são: Tyene, Elia, Obella, Dorea e Loreza.

  8. Na verdade penso um pouco diferente de alguns pontos do texto… primeiro Stannis nunca foi boa pessoa e não poupou sacrifícios para conquistar o que quer. Seu desejo de sentar no Trono é maior que qualquer afeto e laços de sangue. Não poupou o irmão, não pensa duas vezes para mutilar até seus mais leais servos e está disposto a passar por cima de tudo e todos. Stannis nunca foi o herói montado no cavalo branco, sempre derramou sangue e é totalmente influenciado pelo fanatismo religioso, ele esta convicto no que faz está certo e esta sua convicção é seu guia principal, sempre achei isso mto evidente, e também assim nele nos livros, q por sinal nos livros ainda acho ele ainda mais carrancudo.

    Quanto a cena de Drogon achei excelente… adrenalina foi a mil, junto com a aflição e quando Dany aproximou dele a intenção era que tudo fosse lento… era o reencontro da mãe com o filho perdido que voltou para salvar ela.

    1. Concordo com você. Stannis sempre foi movido pelo sentimento de dever e ele tem certeza absoluta de que o trono de ferro pertence a ele. Sacrificou várias pessoas ao longo da sua jornada e nunca se deixou levar por sentimentos pessoais.
      Também gostei da cena de Drogon. Ele ainda não é um dragão adulto, isso justifica sua vulnerabilidade. Quanto aos imaculados, temos que lembrar que se trata de um exército escravo, que precisa de voz de comando para reagir.
      Acho que, diante das alterações óbvias da trama como relação aos livros, o episódio foi emocionante (pelo menos pra mim). Gostei!

  9. Parece que realmente há uma heterogeneidade entre os diferentes núcleos de produção. Os efeitos especiais depois que Dany montou no dragão me lembraram filme de ação thrash dos anos 90. Como eu li num comentário no youtube, a cena do Harry voando no Bicuço foi há 11 anos atrás e ficou melhor. (Ok, há disparidade entre o budget de um episódio e de um filme, mas mesmo assim 11 anos atrás!!!!).

    Não gostei muito desse episódio e pra mim ele foi o pior dessa temporada… Principalmente porque criou muita expectativa em torno dos acontecimentos para nos dar de presente uma sucessão de erros de execução / produção. O Episódio 6 foi fraco mas não decepcionou tanto as expectativas como esse…
    Drogon parecia que ia morrer depois de tomar 4 lanças, e Dany andando no meio DE UMA FUCKING BATALHA, foi difícil de acreditar. Assim como a luta estilo Assassin’s Creed antes do Drogon chegar. Só um ataca por vez??? Como assim….

    Tenho certeza absoluta que o próximo episódio será muito bom, até porque envolve os 3 personagens com os núcleos mais bem trabalhados até aqui (Jon, Cersei e Arya).
    Também estou ansioso para saber o que vai acontecer com o Stannis/Brienne/Sansa/Ramsay.
    Será que Brienne vai salvar Sansa? Ou será Theon??
    E veremos Brienne/Stannis se encontrando?
    Aguardo ansiosamente.

    PS: Ótima resenha

  10. Primeiramente gostaria de parabenizar pelo site.
    Gostei muito dos artigos, em especial os que ligam as pontas das teorias, profecias, genealogia… coisas soltas nos livros que pra quem já os terminou há algum tempo já nem lembram!

    Esta temporada foi fraca, isto é unânime, o vício em surpreender e chocar todo episódio desviou os roteiristas de montarem episódios sólidos, intrigantes, inteligentes como nos acostumaram, não me refiro à cenas de ação, mas aos diálogos excelentes da temporada anterior aliada a interpretações fantásticas dos atores mais velhos. Contudo, longe de mim atribuir estes problemas só à HBO, apesar de fã de Martin, creio necessário reconhecer que o material entregue aos produtores não é dos melhores, os últimos dois livros são fracos, por exemplo, o núcleo de Mereen é horrível, e também não entendo as altas expectativas de alguns fãs por Dorne (e consequente decepção com a série) já que apesar de a reprodução deste núcleo ser muito ruim na tela, nos livros estão muito longe de cativar e convencer. A maioria os personagens e tramas cortadas e condensadas não me incomodam tanto por esses motivos.

    Assim, depois dessa minhão visão geral, falo sobre o episódio:

    – O Ep. 8 foi fora da curva, acima da média, o que gera uma certa decepção com este.

    – Stannis: não sabemos o seu fim nos livros e coloca-lo como vilão pro público foi um atalho pra deduzirmos que não terá sucesso no Winds of Winter. Não concordo que o personagem foi descaracterizado, acho que condiz sim com seu desenvolvimento ainda mais dadas as circunstâncias nesta jornada à Winterfel (as dificuldades da marcha no inverno poderiam ter sido melhor exploradas), as cenas pra mim funcionaram e convenceram, menos a reação da Selyse.

    – Dorne, pouco a acrescentar, talvez dizer que gostei muito do ator que interpreta Doran, creio que a quarta “minhoca” citada estará na próxima temporada com um certo meistre, e pra esse núcleo fazer sentido na série Doran tem um plano muito grande, mas diferente dos livros, envolvendo ainda a vingança contra os Lannister e se Jaime morrer em breve nos livros em Riverland isso poderia ser adiantado no trajeto a Porto Real ou mesmo na cidade (lembro que Cersei verá os três filhos mortos segundo a profecia, e não me surpreenderia se Dorne tivesse algum envolvimento nisso)

    – Arya ok, mas começa a cansar não ver evolução nela, parece que só muda de lugar (e essa evolução nos livros tb é lenta), não sei se o plano pra personagem agradará, sei que se não for algo grandioso frustrará muitos de nós, já que um mundo completamente novo tem sido construido em torno dela e tudo será sem sentido se não executar um papel na guerra dos tronos ou na vingança Stark (é o mesmo motivo pela jornada de Dany ter ficado tão enfadonho)

    – Curti muito o dragão, achei à altura de block busters, muito bons (li reclamarem de que as escamas não se desenvolverem a ponto de protege-lo melhor das lanças, mas só lembro que dragões não existem e não existe parâmetros estritos a se seguir na sua representação), agora sobre as críticas do Drunk à arena apoio quase todas, em especial a direção de luta, e como surgem e atacam os Filhos da Harpia.

    De resto vamos esperar pelo próximo episódio e ver se não haverá novidades sobre o fim de Jon (aliás, se for como no livro, será dificil criar qualquer expectativa sobre seu retorno assim que forem lançados os nomes de atores pra próxima temporada e cenas de set de filmagem serem vazadas)

    Abraços

  11. Amo ver suas resenhas! Fico esperando ansiosa para lê-las! Somente agora pude parar para escrever alguma coisa.

    Queria antes dizer que AINDA não li os livros e não me importo com os spoilers e os paralelos de quem já leu com a série. Pelo contrário, estou aprendendo muito com quem já os leu. Massss eu acho que há uma vantagem de não lê-los por enquanto e isso pra mim se tornou claro neste último epi.

    Chorei rios… não, e não foi por causa de Shireen, foi por causa de Drogon! Talvez pelo fato de eu não ter lido o livro eu não tinha ainda em minha mente a cena montada a qual o livro parece ter levado maravilhosamente, pelos comentários que tenho lido e pela decepção de quem já leu e viu a cena. Acredito que se eu tivesse lido não teria me emocionado tanto como me emocionei assistindo, mesmo que os efeitos tenham deixado a desejar. Sou da época em que passava na sessão da tarde Jerry Lewis, Fúria de Titãs, Mad Max com Tina Turner, Conan, o Barbaro, Krull, Goonies… enfim, sou da época em que não existia tecnologia como hoje para efeitos especiais, e ainda sim eu me divertia e amava esses filmes, pq para todos nós naquela época, aquilo era top master dos efeitos e ficávamos muito satisfeitos! Portanto, não me “ofendi” com a falta de efeitos de ponta. Estamos falando de uma série para TV e não uma produção Holywoodiana. Aliás, para uma série de TV, os efeitos estão surpreendentes!

    Voltando a série, eu acredito que foi uma surpresa para Mel o ataque aos suplys do exército de Stannis… a cena começa com ela olhando pra chama, vendo algo inusitado e saindo pra fora para de repente então, as cabanas começarem queimar, o cavalo em chamas correndo etc… eu vi nos olhos dela a surpresa…

    Também estou cansada de ver Ramsey conseguindo tudo o que quer… gente… ninguém viu/ouviu nada no acampamento de Stannis? Só se acertaram uma flecha flamejante de algum lugar longe e estratégico… mas para isso não precisaria de 20 homens…

    A cena do Jon Snow chegando com os selvagens… por um segundo achei que ia dar shit ali fora mesmo… mas passou rápido rs. E novamente Olly… e novamente a cara de quem comeu e não gostou de Thorne… ainda acho que Olly fará o que fará sob influência de Thorne e que depois saberemos.
    Sobre o desenvolvimento da personagem Jon Snow, vendo a primeira e segunda temporada, é claro a evolução tanto do personagem quanto do próprio ator. Jon Snow quando chegou a muralha mais parecia um jovenzinho rebelde por ser bastardo do que um patrulheiro. Sempre reclamando de tudo. E sendo odiado por Thorne desde aquela época.

    Acho realmente que Jon é o Azor Ahai, ou Guerreiro da Luz, como denomina Mel na série.

    Acredito ainda que Mel sabe disso e mesmo tendo dito para Stannis lá na segunda temporada que ele era o Guerreiro da Luz, que ela tinha visto nas chamas, ela de verdade sempre soube que Stannis não era. Para mim é estratégia dela conduzir Stannis em todo o trajeto que ele fez até agora e ainda fará. Afinal ela mesma disse nessa temporada enquanto estava na muralha, que não está do lado de ninguém e sim apenas cumprindo o que o Senhor da Luz deseja.

    Gente… quando vi Davos recebendo ordem para voltar para Castle Black sem Shireen eu falei para meu marido: “Não acredito que ele vai fazer isso!”. Na hora soube o que ele ia fazer… depois a despedida de Davos com Shireen… o cervo de madeira de presente… foi óbvio e ululante o que viria depois…

    Na boa, construíram Stannis apenas nesta temporada e no máximo em 2 ou 3 episódios. Porque desde a primeira temporada, quando ainda não aparecia Stannis mas já falavam sobre ele e Renly como reis, sempre foi dito que Stannis é um bronco, sem amigos, solitário, não confiável e sorrateiro. Por isso a grande maioria apoiava Renly como sucessor e não Stannis. SEMPRE foi dito isso até o próprio aparecer e comprovar o que vinham dizendo. Ele matou seu irmão! Mandou decepar dedos de Davos, manteve Gendry refém das feitiçarias de Mel, que graças apenas a Davos o garoto fugiu da morte em um barquinho, e ainda manteve Davos preso um tempão por causa disso. Quer dizer, o cara manda paletó de botão pra qualquer um que Mel peça.

    E acredito de fato que Mel está usando Stannis para chegar ao verdadeiro Azor. Quem mais além do ignorante do Stannis acreditaria nela para essa empreitada de feitiçaria e sacrifícios com sangues reais a serviço do Senhor da Luz?

    Prefiro não comentar sobre as adolescentes rebeldes brincando de tapinha em Dorne. Nem sobre Jaime reclamando da roupa da sobrinha/filha. E acho que a mães das serpentes foi falsa com Jaime e pretende fazer algo. Na verdade minha esperança é que enterrem essa personagem, suas filhas serpentes e dorne pra nunca mais voltar a série. rs

    Arya… adoro ela! A atriz fez 18 anos em abril na real life. Não acho que ela vá aparecer nua se oferecendo para o Meryn para depois matá-lo, mas acho que ela se insinuará para ele de alguma maneira para conseguir sua vingança e então oferecer sua primeira morte ao Deus das muitas faces. Quero muito ver como ela vai fazer isso. E… tbm fiquei na dúvida se Jaqen acreditou ou não… eu acho que não… não acho que foi exagero mostrar Meryn escolhendo uma criança, essa foi a construção para que Arya pudesse bolar como agir. Afinal, mesmo ela tendo 18 na real life, ela na história ainda é uma ninfetinha.

    Sobre a arena… nossa… sem comentários!! Tyrion dizendo a Dany que “sim, ela pode(parar a luta de Jorah)”, Jorah lutando por ela… mas os filhos da hárpia surgindo do nada no meio da galera… weird… Será que eles estavam escondendo os elmos sobre as roupas?? Só pode rss
    Ai gente… quando ouviu-se Drogon chegando e mudou na hora o som de fundo da cena para a música tema dele e de Dany, eu desabei!! Fiquei com vergonha do meu marido pra ter uma idéia kkk. Chorei e fiquei chorando até depois do final… eu sei que muita gente ficou pau da vida por causa da não fidelidade com dessa cena com o livro, o fato de não ter tido o chicote pra acalmar a fera, as lanças cravejando nele (confesso que fiquei surpresa com essa fragilidade, a Dany quer conquistar um reino com apenas mais dois desse dragão, que nem são grandes como Drogon! E ele não dá conta de uma arena??). Não ficou coerente isso. Mas dizem que Drogon ainda é apenas um jovem mancebo, que ele ficará maior. Espero que sim. E espero que a HBO guarde verba de arcos desnecessários para crescer MUIITOO os lagartinhos que voam!
    Dúvida: como Jorah, Missandei, Tyrion etc vão escapar da arena depois de Dany dar beijinho no ombro pra eles??

    Ai… escrevi muito rsss

    Amei a resenha! Amo aqui!

    Obrigada, Drunk!

    Isis

  12. Drunk,

    Ótima resenha como sempre!

    Só vou deixar um comentário sobre a tão falada cena da brincadeira de tapinhas das serpentes na cela em Dorne:

    POSSÍVEL SPOILER SOBRE O SEASON FINALE ABAIXO:

    Existem rumores que nesse season finale, Dorne vai pegar fogo! Para quem já leu os livros, sabe que Myrcella perde sua orelha em Dorne. Na minha opinião, isso irá ocorrer no próximo episódio: Myrcella deve ser atacada pelas serpentes e até mesmo morrer, já que a HBO costuma aumentar a violência dos livros. Na confusão, o Aero Hotah deve mostrar para o que veio e usar o seu machado contra as serpentes (será que vai sobrar para a mais lenta?).

    Acho que é aí se justifica aquela cena enfadonha da cela…

    FONTE:
    http://www.vanityfair.com/hollywood/2015/06/game-of-thrones-dorne-finale-sand-snakes-arianne-martell

  13. Entendo o lado cinematográfico-simbólico dos selvagens chegarem na muralha e mostrar a dúvida na patrulha se abriria ou não os portões. Mas pela lógica geográfica eles poderiam entrar pelo lado sul de Castle Black já que o porto fica em atalaia leste do mar. Pra quem leu o livro tenho certeza que não há lógica nenhuma em entrar pelo lado norte da muralha.

  14. Eu realmente estava com uma expectativa ENORME em relação à cena da arena com o Drogon, e embora concorde que os efeitos foram ruins, e foi tudo fácil, Drogon estava manso e sofrido, eu gostei do final, achei bom, fiquei empolgada na hora. Não foi o melhor final da série, que pra mim o nascimento dos dragões (s01e10) e a encarada do Rei da Noite (s5e8) estão empatados.

    No caso do Stannis, a cena foi chocante, a morte foi cruel, o motivo foi fraco (não foi pra salvar o mundo contra os outros, foi pra ganhar uma guerra), perdeu a moral. E eu sempre achei que a Shireen fosse morrer com a escamagris, pelo menos no livro eu espero que seja assim. Não posso dizer q foi uma descaracterização do personagem, na verdade não sei, pq, por exemplo, qdo lia os livros, eu fiquei chocada com o que o Tyrion fez. E ele fez, ficou um bagaço, mas fez. De modo que todo mundo pode surpreender.

    Agora eu só digo uma coisa, não começo mais uma trilogia e/ou série de livros sem estar terminada, meu coração não aguenta tanta espera, (game of thrones, nome do vento)…

    Parabéns, Drunk, gosto muito das suas resenhas. São as melhores. Despretensiosas e bem escritas por um verdadeiro fã das histórias.

  15. Drunk,

    Entendo o por que de tantas pessoas terem reclamado desse ep., depois de Hardhome as expectativas ficaram bem altas, ao ponto da HBO dificilmente corresponder.

    Dito isso, vou fazer algo diferente nesse comentário, em vez de falar sobre esse, vou especular sobre o próximo, o último desta temp.

    Por não aparecer nesse ep., é certo que teremos muito de Porto Real no ep. 10, não apenas aquilo que todos esperam (a caminha de Cersei), mas também as consequências disso.
    Espero ver o que será feito de Loras e Margaery. Como Tommen lidará com tudo isso, correrá para mãe ou para sua esposa? E Kevan cuidará da sobrinha, do rei ou do nome da família?

    Winterfell também não apareceu, o que me leva a pensar o mesmo, o trailer após o ep. já mostrou que o sacrifício trouxe resultado e Stannis marcha para lá, mas Winterfell é um castelo reconstruído e bem defendido, mesmo com a ajudinha de R’hllor ainda é muito difícil (quase impossível devido ao “poder” dado a Ramsay pelos produtores) de ser tomado.
    Ai que entra Sansa, acredito que será ela a responsável pela queda dos Boltons para Stannis. Acredito que ela abrirá os portões, talvez com a ajuda de Theon (ou não), assim como é possível que se encontre com Brienne.
    Se Brienne participar da tomada de Winterfell não tenho dúvida que vão criar aquele suspense, Brienne salva Sansa ou mata Stannis, pois ela salvará Sansa por que o destino de Stannis já está selado.

    Stannis morre na próxima temporada!
    Por que digo isso?
    A HBO quer fazer uma série épica e nesse processo transformou Stannis em Agamemnom da Íliada, veja bem, ele fez tudo, absolutamente tudo para ser rei. Até ai tudo bem, outros personagens também, mas quando ele mata a própria filha em sacrifício para poder mover seu exercito para guerra passa do ponto, assim como na Íliada (Stannis precisa parar a neve, Agamemnom precisava de ventos).
    Stannis morrerá, e será Selyse que fará isso quando perceber que a morte da filha (a qual ela odiava, mas quando estava morrendo sentiu sua perda) não serviu para nada realmente. Mas só na próxima temporada, nessa ele ainda sai bem.

    Dorne… o que dizer… o que dizer… ?
    Espero que Doran possa salvar alguma coisa de Dorne com algum bom plano, gosto do personagem nos livros e essa é minha única esperança. Conseguiram transformar algo que era OK nos livros e muito esperado pelos fãs (com algum exagero até) em algo triste e fora de propósito comparado com o resto da série.
    Doran, salve Dorne ou mande o Areo Hotah matar todo mundo, por favor!

    Jon e a muralha não tem o que dizer, tudo foi perfeito até aqui, não espero nada diferente disso no fim.
    Só uma coisa, se Jon tiver realmente o fim que sabemos que terá, como fica a teoria dele “voltar” graças a Melissandre, sendo que ela está com Stannis indo para Winterfell? Talvez ele fique próximo da morte, muito próximo mesmo, ao ponto de ser dado como morto, mas não morra realmente, mas isso é pra próxima temp. e livro.

    Arya vai matar Meryn Trant, talvez mate o velho que devia também, mas o importante é que ela vai fazer algo que não deveria (matar Trant sem ser “contratada” para isso), qual será a consequência disso para ela, talvez seja expulsa da casa do branco e preto, talvez Jaqen finja não saber (acho que ele sabe de tudo), ou quem sabe a HBO me surpreenda dessa vez.
    Gostaria muito de algo com: Arya mata Trant – Jaqen a questiona – ela mente e ele sabe – Jaqen diz para ela ir embora – ela pede perdão – ele ignora o pedido e insiste que ela sai – ela diz que realmente quer ser ninguém – ele diz que ela Arya Stark e por isso deve ir embora – ela diz que pode ser ninguém quando Arya morrer, e para isso pessoas de uma lista devem morrer primeiro – ele fica em silêncio e o ep. acaba.
    Diz que não seria um fechamento irado pra temp.

    É isso, agora é esperar o domingo.
    O site está muito bom, quando puder, quero ler a segunda parte do Silmarillion, a primeira ficou muito boa.

    Até a próxima resenha, e espero que depois dessa temp. volte com algumas teorias, tanto das Crônicas de Gelo e Fogo como da Crônica do Matador do Rei (esperar As Portas de Pedra tá difícil).

  16. Todos lugares todo mundo comenta a incoerência do stannis e daenerys na série. Mas o que me incomoda batante(por ser meu personagem favorito) é o tyrion. Não é nem de longe o tyrion do livro, está bom samaritano demais, estou muito preocupado na próxima temporada, provavél que tyrion seja o baristan selmy e controle a cidade como a daenerys a deixou(ou seja na merda). E o tyrion é tons de cinza total, mata, trai, sabe jogar o jogo dos tronos já esse anão sugador de bolas da daenerys não parece capaz de fazer nada. enfim veremos.

    1. Sandra, são 05 livros lançados até agora…o último saiu em 2012. O livro 6 não foi finalizado ainda, o que significa que não teremos ele tão cedo aqui no Brasil, porque normalmente é lançado nos USA e ainda temos que aguardar a tradução, rsrsrs. Mas como os livros são beeeeem grandes, dá pra passar bem o tempo colocando a a leitura em dia. E ainda tem o livro “O Mundo de Gelo e Fogo” que narra com detalhes todas as eras anteriores a história dos cinco livros e também “O Cavaleiro dos Sete Reinos” que são três contos narrados 90 anos antes da história principal. Vale a pena complementar os cinco com a leitura desses dois.

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s