vlcsnap-2014-04-23-23h37m50s110

S04E03 – Breaker of Chains

Hoje é dia de falar sobre o polêmico episódio, S04E03 – Breaker of Chains.

Muitos declararam aversão ao episódio, levando em consideração o momento em que Jaime e Cersei ficam sozinhas no Speto de Baelor.

Mas o episódio não se resume apenas à isso. Há muito mais a ser discutido.

Sei que o post demorou, mas agora venho trazer minha resenha sobre S04E03 Breaker of Chains.

O que eu esperava de S04E03 – Breaker of Chains?

Episódio 03 – Breaker of Chains

Tenho quase certeza que aqui veremos o funeral de Joffrey.

Daqui para frente, Tyrion será o centro das atenções da maioria dos fãs. para quem espera ver sua atuação impecável, creio que é a partir daqui que veremos e sofreremos junto com Peter Dinklage. O julgamento se dará mais a frente, mas aqui começará seu caminho tortuoso… meu maior interesse é ver a atitude de Tywin Lannister, em relação ao filho.

A Muralha começa a se preparar para o ataque dos Selvagens, mas antes Jon terá que se impor.

No trailer tenho a impressão de que a batalha na Muralha será épica, mas se dará mais a frente… quase no final da temporada.

O núcleo Cão de Caça e Arya estará presente nesse episódio e aposto que teremos novamente ótimas atuações.

Daenerys e Daario se envolverão cada vez mais.

O que o episódio nos trouxe?

DRUNKWOOKIE SPOILERS

Episódio 03 – Breaker of Chains

Direção: Alex Graves

Roteiro: David Benioff & D. B. Weiss

logo
Enquanto vocês leem o post, cliquem na imagem e ouçam a versão metal de Game Of Thrones Opening de Rodrigo Oliveira

Assim como no episódio pós-Casamento Vermelho, Breaker of Chains iniciou-se exatamente do ponto em que terminou o “S04E02 – The Lion and The Rose”.

Com Joffrey Baratheon, roxo e inerte em seus braços, Cersei grita e acusa seu irmão, Tyrion.

Acho que o corte de um episódio para o outro não favoreceu a atuação de Lena Headey. Faltou emoção dela no episódio anterior, mas nesse ela se demonstrou emotiva e com ódio. Ou seja, se considerarmos a cena como um todo, sem o corte de um episódio ao outro, ela realmente se demonstrou uma ótima atriz.

Cersei e Joffrey

Já Tywin Lannister, exigindo que a cidade fosse fechada, foi sensacional. Sua mente sagaz já imaginou o tamanho do problema em perder a única herdeira de Winterfell, e assim ele não perdeu tempo. Não houve um minuto de condolência para com o neto recém-falecido.

Tyrion é detido, ainda com a taça nas mãos. Seu rosto traz a expressão de raiva. Talvez raiva de si mesmo. Tyrion percebeu que todas as suas ameaças, mesmo que vazias, agora pesarão contra ele.

vlcsnap-2014-04-24-00h05m23s14

Os sinos da cidade tocam, e vemos a fuga de Sansa com Dontos.

A sequência fui muito bem montada. Eles passando pelos corredores estreitos de Porto Real ( a arquitetura de Dubrovnik é maravilhosa) com uma urgência que só é empregada por fugitivos. Os detalhes da cena ficaram muito bem feitos. Um manto cobrindo a cabeça para evitar o reconhecimento, alguns poucos cidadãos observando o casal…

Fuga de Sansa

Realmente foi uma bela sequência, até chegarem ao mar e sor Dontos leva-la até o barco de Mindinho.

Petyr aparece pela primeira vez na 4ª temporada, e dá um show de interpretação. O abraço brusco em Sansa, quase afoito. O olhar complacente. O modo em acalmar a assustada garota Stark, mesmo após matar Dontos com um virote no rosto.

Parece que tudo é premeditado. Tudo feito para ludibriar.

Talvez eu enxergue isso por dois motivos: Sou fã do personagem e a atuação de Aidan Gillen é sempre ótima.

Petyr e Sansa Drunkwookieblog
Agora começa a ascensão de Sansa

Na realidade, os atores britânicos são, de longe, os melhores. Mas isso é uma discussão filosófica para outro post, quem sabe.

O importante desse momento é que, a partir daqui o núcleo Sansa/Mindinho crescerá exponencialmente.

O fato de Sor Dontos ser morto a sangue frio, em frente à Sansa, e a explicação de  que um silêncio é comprado melhor com uma seta de besta, do que com ouro, demonstra que a partir de agora Mindinho mostrará a Sansa como o Jogo dos Tronos deve ser jogado.

Arrisco a dizer que teremos um aprofundamento ainda maior entre Sansa e Mindinho nessa e na próxima temporada.

Mindinho diz que sor Dontos enganou-a, a respeito do colar, mas não diz mais nada sobre o veneno.

veneno Sansa Colar
O Estrangulador

Ou seja, o estrangulador, que estava no colar, ainda é um mistério. O colar é jogado no barco de Sor Dontos. Seria para confundir ainda mais os Lannister? Ou ligar a morte de Joffrey à esposa de Tyrion?

Após, vemos Ollena Martell e a rainha-viúva Margaery, conversarem. A avó de Margaery fala sobre o futuro da neta.

Olenna e Margaery

Percebam que ela não fala sobre sua participação na morte de Joffrey. Gostei da escolha de ordem das cenas. primeiro temos Mindinho consolando Sansa (que foi usada para os planos da morte de Joffrey) e após, vemos a Rainha dos Espinhos consolando Margaery (que não sabe do plano).

Mindinho e Olenna, consolando duas peças do tabuleiro, no jogo dos Tronos.

A próxima cena traz o melhor diálogo do episódio, desenvolvido por Tommen com Tywin Lannister.

Podemos ver como Tywin é metódico. A conversa com Tommem foi sensacional.

O patriarca Lannister ensina como se fosse um hábil professor, dando ao futuro rei a chance de errar e, com extrema calma, auxilia-o a chegar ás conclusões por si só.

A morte de Joffrey
Não me canso de ver o Septo de Baelor

Agora que Joffrey não é mais rei, podemos ver Lorde Tywin falando sobre os pontos fracos do neto. Ele não gostava do jeito de Joffrey, sabe exatamente o que trouxe a morte do neto.

Tywin Lannister e Tommen Baratheon Breaker of Chains
Tywin Lannister e Tommen Baratheon

E finalmente a cena que muitos criticaram nas redes sociais.

Não vou tentar provar que Cersei disse não querendo dizer sim, que em vários momentos ela beija Jaime. Acho que isso não tem importância.

O que acho importante dizer é: Nos livros, Cersei disse não, mas com bem menos veemência do que disse na série.

Acho que o problema da cena não foi pelo fato dela negar insistentemente, e assim, a maioria dos espectadores concluirem que ali tivemos um estupro.

O problema foi o momento em que isso aconteceu.

vlcsnap-2014-04-24-13h09m31s72

Se tivesse acontecido no mesmo momento em que aconteceu nos livros, ou seja, logo que Jaime volta do seu cativero, mesmo com os excessos flagrantes da cena, 9e as insistentes recusas de Cersei) ainda assim teríamos alguns elementos que ajudaria a justificar os atos de Jaime.

(justificar naquele momento, naquele cenário, naquele mundo fictício. Estou me explicando para não chover ativistas do Femme aqui, dizendo que sou a favor de uma cena dessas).

É por isso que no livro funcionou.

Essa cena se dá logo quando Jaime volta. Ele chega a Porto Real, vê sua irmã, e força a situação. É plausível tal atitude, se pensarmos que ele passou um ano longe, estava com raiva e com saudades de sua irmã-amante. E também, devemos lembrar que no livro ela se entrega, e pede para que ele continue.

Abaixo segue o momento em que isso acontece nos livros:

– Tocou-lhe o rosto. – Senti-me perdida sem você, Jaime.
Tive medo de que os Stark me enviassem a sua cabeça. Não teria conseguido suportar tal coisa. – Beijou-o. Um beijo ligeiro, o mais ligeiro roçar dos lábios nos dele, mas sentiu-a tremer quando a envolveu nos braços. – Não estou inteira sem você.
Não havia ternura no beijo com que ele lhe respondeu, só fome. A boca dela abriu-se para a sua língua.
– Não – disse, com voz fraca, quando os lábios dele começaram á descer o seu pescoço aqui não. Os septões…
– Que os Outros carreguem os septões. – Voltou a beijá-la, beijou-a em silêncio, beijou-a até fazê-la gemer. Então empurrou as velas para longe e ergueu-a para cima do altar da Mãe, puxando para cima as saias e a combinação de seda que ela trazia por baixo. Ela bateu no peito dele com punhos fracos, murmurando sobre o risco, o perigo, o pai de ambos, os septões, a ira dos deuses. Ele nem a ouviu. Desatou os calções, subiu para cima do altar e afastou as pernas brancas e nuas da irmã. Uma mão deslizou coxa acima, por dentro da roupa de baixo. Quando a arrancou, viu que ela estava com a lua, mas o sangue não fazia qualquer diferença.
– Rápido – ela agora sussurava -, depressa, depressa, agora, vem já, me possua já. Jaime, Jaime, Jaime. – As mãos ajudaram a guiá-lo. – Sim – disse Cersei quando ele empurrou meu irmão, querido irmão, sim, assim, sim, tenho você, agora está em casa, está em casa, em casa.

– Beijou-lhe a orelha e afagou-lhe os cabelos curtos e espetados. Jaime perdeu-se em sua carne.

Sentiu o coração de Cersei batendo em uníssono com o seu, e a umidade do sangue e do sêmen quando se uniram. A Tormenta de Espadas – capítulo 62, Jaime VII

Ali, naquele momento (primeiro reencontro dele), os dois ao lado do corpo do filho, Cersei mesntruada, trouxe um sentimento de asco, mas ao mesmo tempo, tudo se justificou.

Já na série da HBO, não consegui ver justificativa.

Os dois irmãos já haviam se visto, já haviam conversado e Cersei havia dito não.

Disse que Jaime demorou muito para voltar.

Ali tivemos uma quebra da cumplicidade dos dois. Não havia vontade por parte de Cersei, e assim a relação dos dois acabou, ainda que a decisão tenha sido unilateral.

Ou seja,  podemos ver que há uma diferença gigantesca entre o livro e a cena.

Jaime e Cersei
O início da polêmica

Se nos esforçarmos e olharmos apenas para Jaime e tudo o que ele passou, conseguiríamos extrair um porquê (mesmo não concordando) de sua conduta.

Ela lhe pediu vingança. Exigiu vingança. E ele ficou tentado a lhe prover. Mas percebeu, ao beijá-la, que ela ainda o repele. Ódio e amor o tomaram, e enfim… ele se deixou levar pelo momento. E tivemos a cena desconcertante que estamos discutindo nesse momento.

Se a intenção da HBO foi querer mostrar aos espectadores que JAIME chegou ao fundo do poço, que o Regicida chegou ao limite da imoralidade e que, daqui para frente veremos a redenção de Jaime. Eles erraram. Deixaram o momento passar.

Só que vendo por outro prisma, concluo que a intenção da HBO é chocar.

Simn, chocar. Trazer o maior número de espectadores para assistir a série. Eles não querem cativar o publico já cativo. Os leitores eles já tem. Todos nós assistiremos a série para ver se aquilo que lemos seráou não levado as telas.

Mas e aqueles que não têm paciência para diálogos longos e intrincados?

E aqueles que não querem ouvir Tywin explicando à Tommem o erro dos reis antigos?

São esses os espectadores que a HBO busca, de alguma forma, cativar.

Sendo assim, acho que a cena, do modo como foi apresentada, faria sentido se acontecesse no primeiro encontro dos dois, após Jaime voltar do cativeiro. E mesmo assim acharia apelativa (do mesmo modo que as cenas de sexo mostrada nesse episódio com 5 pessoas, dentre elas Oberyn e Ellaria)

Mas do modo como foi apresentada, além de apelativa, não foi coerente.

Simplesmente pareceu jogada para impactar. A HBO perdeu o timming para nos apresentar esse conflito entre os irmãos.

Confesso que a cena não me causou tanta indignação assim, pois eu venho me contentando com a série e percebi que a HBO, as vezes, busca descaracterizar (dando maior ou menor profundidade a) alguns personagens.

Vejamos Stannis… Vejamos Loras (como havia dito no post anterior), são reflexos malfeitos daquilo que são nos livros.

Ao mesmo tempo, como já falei no post anterior, vemos Ros que ganhou muita importância na trama, diferentemente do livro.

Então, teremos sim, desvios na caracterização de cada personagem, e o que nos cabe é aceitar que a série não é uma cópia fiel dos livros.

Acho que é isso, sobre o assunto Cersei e Jaime.

Passamos para o núcleo Arya/Cão. Não há como negar que Cão e Arya tem uma química tão forte juntos, que isso renderia uma série só para contar a história dos dois e por mais antagônico que isso possa parecer, eu achei essa cena desnecessária.

Arya Drunkwookie
Arya

 Arya é uma das personagens mais queridas da série, e talvez esse o motivo para termos ela exaustivamente nas telas.

A HBO tem que gerir vários núcleos de história, e entendo que fica difícil fazer isso de forma satisfatória sempre. Há deslizes e excessos as vezes.

Esse é um exemplo.  Arya está aparecendo muito, e fazendo muito pouco. Não há desenvolvimento algum em sua história, pois no próprio livro o desenvolvimento dela é moroso.

E se levarmos em conta o tempo de cena dispensado aos irmãos da Patrulha em uma cena no final do episódio, veremos que a HBO não soube dividir de forma correta o tempo de cena de cada núcleo nesse episódio.

vlcsnap-2014-04-23-23h38m28s235

Mesmo sendo uma cena sem necessidade, quero destacar que o ponto alto foi mostrar como Arya mente de forma tão natural.

Isso é um elemento importante par ao futuro dela, mas não justifica os 06 minutos dispensados à ela e ao Cão.

Depois, Passamos para a Muralha e vemos Sam e Gilly conversando. Com poucos segundos de Sam no pátio, podemos perceber quais os tipos de pessoas que são mandadas para a Muralha. Estupradores, assassinos, ladrões e estupradores.

Tudo isso para justificar a conduta de Sam, que vem a seguir.

Sam Tarly
Momentos dispesáveis

São preciosos minutos gastos com Sam. E não acabará por aqui, pois teremos mais um momento com os dois, finalizando o propósito da cena. Eu vejo que há tanta coisa para abordar na Muralha e até mesmo abordar sobre o próprio Mance (que até o momento não apareceu), que se apegar em momentos como esse, desacelera o ritmo de maneira brusca.

Agora vemos Davos em Pedra do Dragão…Um dos personagens que mais gosto na série, depois de Tywin Lannister.

vlcsnap-2014-04-23-23h39m16s214

O pragmatismo de Davos é formidável. Ele aceita a magia de Melisandre, apenas para justificar a sua opinião. Contratar a Companhia Dourada para ajudar Stannis.

Stannis está desesperado. O Trono de Ferro praticamente vago e ele não tem forças para toma-lo. Ele tem razão quando diz que sua pretensão perde forças enquanto demora em agir.

Nesse momento, quando Davos citou a Companhia Dourada, e disse que eles deveriam voltar seus olhares para o Leste, o imaginei navegando para Bravos, e a cena do trailer em que vemos o Titã.

DAvos Seaworth
Davos citando o Banco de Bravos

Depois, em uma conversa com Shireen, Davos acaba chegando à conclusão que para o Banco de Bravos não haveria problemas o legítimo pretendente ao Trono pedir empréstimo.

Agora tomei gosto pelo núcleo Stannios/Davos.

Será que Stannis se encontrará com Tycho Nestoris em Bravos?

Saímos de Pedra do Dragão e vamos à VIla Toupeira. Novamente uma cena com Sam e Gilly. A desculpa de Sam é que Castelo Negro não é lugar para uma mulher.

Mas uma taverna/prostíbulo, é lugar para uma mulher com um filho recém-nascido? Quase dois minutos de enrolação.

Entendo que esse episódio não deveria ser tão épico quanto o seu antecessor, mas alguns momentos não funcionam.

Jon alertou todos que os selvagens vão invadir a Muralha. Alertou ainda que um grupo de selvagens atravessou a muralha e atacarão assim que Mance der o sinal. Porque então que Sam decide levar Gilly para um vilarejo? Não há fundamento para essa atitude.

oberyn sex
Oberyn e Ellaria

Voltamos para Porto Real, mais especificamente para o bordel de Mindinho. Oberyn, Ellaria acompanhado de mais um homem (aquele do primeiro episódio) e duas mulheres, participam de uma festinha sexual, cheia de explicações sobre o porquê de Oberyn ser bissexual.

No primeiro episódio da temporada a opção sexual de Oberyn foi devidamente divulgada e sem margem para dúvidas. No segundo episódio acreditei que ficou claro, tendo em vista as cenas em que ele apareceu, todas com cunho sexual. E agora a HBO fez questão de explicar novamente.

Eu não sei se a sociedade não entende o que significa ser bissexual, ou se essas cenas são necessárias para atingir um público ainda maior, levando em conta o grande número de nudez… Não sei. A única coisa que deixa claro é que, até o momento, o personagem foi reduzido a um ninfomaníaco que odeia os Lannister.

Mas não reclamarei da cena, pois dessa vez ela ficou mais bem encaixada no enredo. Bem mais do que a cena da Víbora Vermelha seduzindo Loras.

Se levarmos em consideração a cena como um todo, temos noção à que ponto Tywin teve que descer (levando em consideração sua seriedade) para conversar com Oberyn.

Tywin

A cena foi satisfatória.

Finalmente citam o estudo de Oberyn na Cidadela. E quem cita? Ninguém menos que o melhor personagem da temporada. Tywin Lannister.

É lógico que Oberyn seria citado, tendo em vista o conhecimento dele no campo dos venenos, mas da forma como ele está sendo tratado, temi que não citariam.

A conversa entre os dois foi impecável. Dois ótimos atores, dois ótimos personagens, travando uma ligeira guerra com as palavras. Tywin deixou claro que, os Sete Reinos não são os Sete Reinos, sem Dorne. Ele ainda cita Dorne, como uma região capaz de enfrentar DRAGÕES.

Oberyn Drunkwookie
Insubmissos, Não Curvados, Não Quebrados

Lembram que Meraxes morreu, vitima de um ataque dornês?

Então… São esses pequenos detalhes que dão vida a série, e me lembram do porque eu sou incondicional dessa série.

Eu chego a esquecer dos momentos cansativos de Sam na tela e esqueço-me de alguns pequenos deslizes da série. Pois a HBO é um conjunto de acertos e erros. E ao analisarmos o conjunto final, chegamos à conclusão de que é uma série sensacional. Repito, os pequenos detalhes como a citação de Sor Duncan o Alto no primeiro episódio, as pequenas rosas decorando a coroa de Joffrey no casamento, e a citação de que Dorne derrotou um dragão no passado.

Tywin and Oberyn
Um acordo entre Dorne e a Mão do Rei

Outra cena ótima é a seguinte. Pod e Tyrion. Peter Dinklage sabe atuar, e o garoto que interpreta Pod, desenvolveu um silencio tão comunicante que merece ser mencionado como um ótimo ator.

A lealdade dele me fez lembrar de Sor Duncan. Uma pessoa alheia às politicagens ao seu redor, que se posiciona de tal forma que a morte não é um grande mal, desde que suas convicções sejam seguidas.

vlcsnap-2014-04-23-23h50m32s48

Tyrion sabe disso. E exige que seu fiel escudeiro fuja. O ultimo amigo de Tyrion se vai.

Provavelmente, Jaime o receberá, agradecerá o recado dado por Tyrion, e enviará Pod junto com Brienne para encontrar as meninas Stark.

Fico curioso em ver o desenvolvimento de Brienne e Pod na próxima temporada. Voltando À Muralha, vemos uma vila sendo saqueada pelos Selvagens.

Pod, o fiel escudeiro

Após, vamos para uma vila próximo a Castelo negro. Ygritte aparece momentaneamente, mas podemos ver que ela ainda está com ódio.

Os Thenn novamente reforçam a informação de que são canibais. A atuação deles dá uma sensação de medo. Acho que serão um problema para os irmãos da Patrulha quando começar a batalha entre eles.

Thenn Drunkwookie
Os Thenn cada vez mais sensacionais

Eu devo admitir que o modo como a HBO apresenta os Thenn é formidável. E cada vez mais me convenço de que Skagos será excluída da série, e Rickon irá com Osha para a região de Thenn.

Em seguida vamos para Castelo Negro. Os irmãos da Patrulha recebem a noticia de que os selvagens estão atacando uma das vilas próximas.

Jon se manifesta dizendo que não é uma boa tática sair de Castelo Negro.

Nesse momento começo a ver que Jon está interagindo mais na Muralha, abrindo espaço e provavelmente trilhando um caminho para que seja o próximo Lorde Comandante da Patrulha.

Jon Snow
Jon

A forma como seu personagem está sendo construída leva a crer que está um pouco demorada, mas confio que será bem feita.

Depois, vemos fugitivos da Fortaleza de Craster chegando á Muralha e contando o que aconteceu lá. Jon se manifesta mais uma vez, dizendo que é necessário mata-los.

Logo que vi essa cena achei que Jon estava sendo contraditório. Ele é contra saírem de Castelo Negro para ajudar uma vila, mas é a favor de sair para matar traidores?

Em seguida, me veio à resposta. A única coisa que faz com que Mance demore para atacar é a mentira que Jon lhe contou.

vlcsnap-2014-04-23-23h54m53s81

Mance imagina que há 1000 homens para defender a Muralha. Se forem torturados, com certeza a informação de que pouco mais de 100 homens realmente defendem o lugar seria confessada.

Eu gostei do momento em que Jon Snow apareceu. Faltava uma participação maior dele, para conquistar o respeito dos homens próximos.

E é aqui que vejo a falha da HBO.

As cenas com Jon foram pequenas demais, curtas demais para desenvolver o assunto. Para uma pessoa que não leu os livros, as informações são jogadas de forma apressada na tela. E aí pensamos: e necessário 3 minutos de cena com Sam para levar Gilly a um prostibulo/taverna? São necessários quase 10 minutos de cena com Arya e Cão para roubar algumas moedas de prata?

Esse foi o maior vacilo do episódio. Não saber dividir o tempo de cada núcleo no episódio.

Agora chegamos à cena de Daenerys chegando a Meereen.

Daenerys in Meereen
Os efeitos especiais da HBO, cada vez melhores

É necessário destacar os efeitos especiais. As duas Harpias conseguiram trazer ao espectador o poderio daquela cidade.

Foi lindo. Eu não imaginava ver Meereen dessa forma. Imagino como serão os cenários, quando Daenerys finalmente entrar na cidade.

 A caracterização dos cidadãos e dos escravos está muito bem feita. Dá para perceber a diferença cultural gritante entre Westeros e as cidades do outro lado do mar Estreito.

vlcsnap-2014-04-23-23h58m04s236

Eu achei a cena bem contraditória. Daenerys pergunta quem se prontifica a ser seu campeão. Quando Verme Cinzento se oferece ela recusa, Sor Barristan, também é recusado, E Jorah se candidata, ela recusa por ele ser seu melhor amigo (Friendzone nível épico)… e então sobra Daario.

Ora, se ela não aceitaria nenhum dos candidatos, por que se dar ao trabalho para saber quem poderia lutar por ela?

Daario não convence. Ao menos não a mim.

Daario Naharis

Fraco em sua interpretação e demonstrando tímido e retraído, duvido que conseguirá ser marcante, como o Daario dos livros é.

O campeão de Meereen é morto rapidamente, e agora vemos Daenerys se dirigindo aos escravos da cidade.

Daenerys speak valirian drunkwookie
Daenerys e seu Valiriano

O discurso em valiriano torna Daenerys um pouco mecânica demais,quase teatral… mas o conteúdo do discurso é interessante. E o desenrolar da cena flui bem, atingindo seu ápice quando coleiras de escravos são lançadas para dentro da cidade.

Um cena impactante.

vlcsnap-2014-04-24-00h01m08s251

E quando esperamos o início de uma batalha, a tela fica preta… o episódio acaba.

Em um resumo geral, Breaker of Chains por si só não traz grandes novidades, e nem termina de maneira primorosa.

Sabemos que não veremos a batalha em Meereen, e provavelmente Daenerys já estará dentro da cidade no próximo episódio.

A HBO errou ao prover tanto tempo para Arya nesse episódio, sem motivo, e sem desenvolvimento à trama dela.

O núcleo de Castelo Negro começa a aparecer e espero que nos próximos episódio possamos vê-los com cenas mais longas e se possível vermos Sam com menos tempo na tela.

No mais, o episódio serve para dar um fôlego, após o Casamento Púrpuro, e trazer de volta velhos personagens que serão desenvolvidos daqui para frente, como por exemplo, Mindinho.

E vocês o que acharam de Breaker of Chains?

PROMOÇÃO DA TEMPORADA

No ano passado tivemos uma promoção para comemorar a 3ª temporada, e não podia ser diferente esse ano.

A Peculiartes, em parceria com o blog, sorteará um bibliocanto Stark/Targaryen na season finale dessa temporada.

A Peculiartes é conhecida por suas peças de decoração e seus porta-livros (os famosos Bibliocantos), e como o blog tem como foco principal a obra de G. R. R. Martin, sortearemos um item que todos os fãs de As Crônicas de Gelo e Fogo certamente gostarão.

Item sorteado: 01 Bibliocanto Stark x Targaryen

Cliquem na imagem e sejam redirecionados ao post com as regras do sorteio que acontcerá dia 15 de Junho de 2014!

CLIQUEM NA IMAGEM E VEJAM O POST DA PROMOÇÃO

 

A Livraria Cultura traz uma promoção das três temporadas em um box unico. Clique na imagem e veja a promoção!

 

 

 

 

23 comentários sobre “S04E03 – Breaker of Chains

  1. Eu estou realmente com raiva dessa série ! Estão estragando a imagem dos personagens. Como foi dito, Oberyn se resume em um ninfomaníaco com raiva de Lannisters; Loras é um gayzão que flerta até com o inimigo da família (lembrando que Martells e Tyrels se odeiam), bem longe do Loras guerreiro, um dos melhores cavaleiros de Westeros, e que principalmente ama Renly mesmo depois de sua morte. A cena do Jaime com Cersei foi horrorosa ! Cersei chegou a dizer pra Ned que se Jaime soubesse que Robert a estuprava sempre, ele matava outro rei, e agora eles jogam essa cena pra galera. Jaime tava se redimindo com os espectadores, mas essa cena foi lamentável ! Se tivessem colocado algum tipo de gesto indicando que no fim das contas Cersei estava curtindo o sexo, teria evitado tudo isso ! Os produtores colocaram essa cena pra deixar claro que a partir de agora, Jaime e Cersei seguirão por caminhos separados, mas havia muitos recursos disponíveis pra levantar essa questão, eles usaram o pior deles, foram infelizes (acredito que ate mesmo Martin se desagradou com isso).
    Episódio pra mim foi horrivel. As cenas com Sam foram lamentáveis, as cenas de Arya só servirão pra mostrar o quanto ela esta parecida com o Cão, mas o final dela também foi ruim (não me recordo de ter rolado isso nos livros). Eu to achando sinceramente que quem vai ferir o Cão e deixa-lo para a morte vai ser a própria Arya, se for assim vai ser muito paia !

  2. Drunk, repito a pergunta que tinha te feito em outro post… Vc acha que vão mostrar a senhora coração de pedra na série?
    Se alguém ler este comentário e quiser dar sua opinião também, obrigado.

    Abç a todos!

    1. Acho que sim, os produtores não seriam loucos de corta-la ! Michelle Fairley vai ser vilã de uma série nova, mas tudo depende da disponibilidade de agenda dela ! Como seria apenas uma cena, acredito que com um, ou dois dias no maximo, daria pra filmar tudo ! Eu acredito que se for pra ela aparecer, vai ser na cena final da temporada (assim como é no livro 3), fazendo a galera pirar de vez com isso !
      Muitos ja teorizaram acerca de que personagem poderia tomar o lugar dela, especularam des de Talisa até o próprio Beric Dondarion, mas nenhum dos dois teria tanto impacto quanto Catelyn, e os produtores sabem disso !
      De dois, um: ou eles filmaram a cena em completo segredo com Michelle (e se filmaram, devem ter feito com pouquissas pessoas e guardado a cena a sete chaves), ou colocaram outra atriz no lugar (visto que Catelyn fica quase irreconhecivel, com muita maquiagem e efeitos da pra enganar). Espero que seja a primeira opção, mas a segunda tbm eh válida, des de que não cortem ela da serie …

    2. Olha Gilberto eu imagino que sim porque considero a história dela fantástica, foi algo que me deixou boquiaberta lendo o livro e não vejo motivo algum para tirarem da série… mas vai saber né, eu torço muito para que ela apareça!

    3. Olá, Gilberto! Tudo bem?
      Eu acredito que ela aparecerá no ultimo episódio dessa temporada.
      Será um gancho para desenvolver o personagem na temporada que aborda “O Festim dos Corvos”.
      Não acredito na ideia de Talyssa Coração de Pedra…

      Com certeza teremos a mãe Stark caçando Freys

    4. Assim ninguém confirmou nada, mas a atriz que interpretou a Catelyn disse que não foi chamada pela HBO para nenhum outro trabalho e ninguém disse nada a ela, mas também não confirmaram se ela não vai aparecer então é só esperar.

  3. Acho que o Oberyn Martell não está sendo bem caracterizado na série, e está havendo uma inversão de valores. Ele passa quase o tempo todo em cenas de apelo sexual, e só quando interrompido/empatado ele esboça sua outra intenção, mais clara nos livros, que é a busca por justiça pela morte da Irmã.

    Podrick: Não gostei muito da expressividade do ator, na cena em que o Tyrion o manda embora.

    A Muralha: Os Thenn estão muito bons. Muito tempo perdido com Sam.

    Arya/Cão: As cenas estão muito boas nesta temporada, retratam bem a interação entre os personagens.

    Ficou muito clara pra mim, a participação da rainha dos espinhos no desfecho do casamento(capítulo anterior). A cena com Mindinho destruindo o colar e em depois Olenna Tyrell conversando com Margaery fecham a questão da conspiração e assassinato de Joffrey. Quem está acompanhando já sabe que Tyrion é inocente, oportunidade pro crescimento do personagem na temporada.

    Estou muito ansioso pelo que está por vir nessa temporada. Acho que os pontos altos serão mesmo o julgamento de Tyrion e a invasão da muralha.

  4. Caramba Drunk, vou ter que assistir de novo porque não reparei no Tywin falando que Dorne já derrotou um dragão! Adorei o diálogo dos dois e já estou quase querendo que o anão não mate o pai, masss é só me concentrar no Casamento Vermelho que meu ódio pelo Tywin volta rapidinho rs.
    Só eu fiquei com a impressão de que a Margaery sabia do envenenamento do Joffrey? Acredito que se ela não soubesse estaria questionando mais quem poderia ter feito tal coisa…
    Bom com tantas cenas de sexo e tantas outras cenas superficiais, a impressão que eu tenho é a de que se não tivesse lido os livros eu estaria boiando na história, e certamente estaria deixando de conhecer um mundo e uma saga incrível.
    Parabéns pela análise Drunk! Que venha o S04E04 logo!😉

  5. De forma geral concordo com sua resenha sobre o episódio.

    Me parece as vezes que a HBO usa o Cão como um tipo de alívio cômico / sádico. E é nítido a insistência com Arya na tela.

    Enquanto assistia o episódio, olhei no relógio e já havia passado mais de meia hora e o episódio “não engrenava”.

    Tá chato esse mimimi todo sobre estupro do Jaime. A cena até deixa parecer isso, mas ah.. Puta mimimi. A mulher usando o irmão amante e nego vem querer que ele convide pra jantar?

    Mindinho é foda! Os Thenn estão muito zica! Sam é chato e explorar ele mais do que Jon é triste.

    Senti falta dos dragões, mas ok, se não estão inseridos na ação da cena, seria $ desperdiçada.
    Daario dá sono… Alguém mostra o Capitão Nascimento pra esse cara, por favor!

    Por último, e não menos importante: AS LEGENDAS FEITAS PELA HBO BRASIL SÃO UM LIXO!

  6. Nada a dizer … mas não podem desenvolver muito rápido assim alcançam os livros, mas há muitas coisas que podem queimar sem disvirtuarem os livros e com qualidade, por exemplo no nucleo feminino Stark focarem-se no treino de Arya em Bravos e do longo percurso até ao ninho de Aguia. Aquela tela de Bravos deve ser Arya a chegar lá de navio, nao li que Stannis ou Davos vão lá mas sim um representante do Banco de Ferro de Bravos procura Stannis agora não me recordo que houvesse iniciativa da Mao do Rei.
    Quanto a Jon, creio que tem muito a dar-lhe assim atrasa tudo, para já devia ter pouquissimos homens na muralha ao redor dele e aquele Alisser Thorne e o Porco do traidor que Matou Ned Stark nem la deviam tar. A sobrevivência dos irmãos traidores na fortaleza de Craster nao faz mt sentido !!! Mas prontos o que se pode fazer? Vão lá matar pode ser que queimem mais orçamento da HBQ à toa LOOL depois dizem que o orçamento para isto e aquilo sai caro e com azar perdem audiências e o custo das telas não justificam nem fazem Jus ao Livro e não será possivel renovar outra temporada. Ainda vai ser mais uma cancelada se continuarem a enrolar assim mas prontos….

  7. Obrigado pelas respostas Juliana Ribas e Júlio Medeiros. Fiquei em dúvida uma vez que parece que a Catelyn foi fazer uma participação em outra série, além de que, não lembro direito de quando ela aparece nos livros, mas acho que se for para ela aparecer não poderia demorar muito (exceto que eles mostrassem, mais pra frente, uma cena como flashback).

    Como a HBO mudou algumas coisas tenho receio 1) que eles não mostrem a senhora coração de pedra; ou 2) a caracterizem não com a Catelyn, mas com a mulher do Robb. Se bem que eu pensei que eles não iriam mostrar o Dontos e eles mostraram.

    Ps: o Daario realmente deixa a desejar…

  8. Oi Leandro!

    Concordo com você em vários pontos. Acho exagerado o mimimi em torno da cena, que foi sim, de estupro, e tão destoante do livro. É bem o que você falou: timing totalmente errado. E até comentei sobre isso no meu post, mas como acabei fazendo mais um post opinativo meio que em resposta a algumas coisas que eu li, vou dividir em dois. Vou finalizar agora a primeira parte, e depois escrevo a segunda, acompanhando o episódio.

    Beijo!

  9. Sempre leio nunca comento,mas foi bem isso q senti nesse episodio,acho q a HBO Tenta fazer a cersei um pouco de coitada sempre,a Cersei do livro me parece muitissimo mais guerreira do q a do livro, Tywin e Oberyn são mestres achei legal a cena entre eles por mostrar que Tywin está a par de tudo q está acontecendo.

  10. Devo confessar que o quê me jogou nos livros foi a série. Devorei todos os 5 livros em poucas semanas e, após ter lido o ultimo livro, pesquisei todos os sites e blogs disponíveis a fim de me aprofundar na estória. Daí veio a segunda, terceira e quarta temporada… A série é esparsa e sem ritmo, faltam muitos dos confrontos das batalhas que são travadas nos livros, alguns personagens foram esvaziados e outros mal construídos. Devo confessar que minha única curiosidade a respeito desta série é ver os figurinos e os efeitos especiais. Não acho que veria esta série se, por exemplo, os figurinos fossem mais pobres e/ou se os efeitos especiais fossem semelhantes à outras séries épicas, que passam em outros canais, em que há um jogo de câmera para disfarçar as maquiagens ruins e os efeitos toscos…
    Volto me sempre aos livros que, de longe, são melhores e mais ricos do que a série da HBO.
    A única razão para eu gostar desta série é o fato de que, graças a ela, veremos o final desta estória até 2017, já que acredito que teremos mais dois livros para finalizar a saga, visto que o sr. G.R.R. Martin adora o n° 7, e que um só livro não será suficiente para atar os ‘nós’ soltos dos 5 primeiros livros.

  11. Sempre gostei de História. Com 15 anos já havia lido os dois livros de história de Heródoto. Fantástico livro!!!
    Dito pai da história Heródoto retrata todos os povos antigos (anteriores a ele, que viveu em 300 Antes de Cesar – 300AC), fazendo a perfeita descrição de seus costumes e modos de vida. Daí viajei pela história da humanidade, tendo estudando-a até a 2ª grande guerra.
    A partir daí fui apresentado à literatura mundial, voltando meu interesse sempre às obras que retratavam, questionando ou não a sociedades históricas de suas épocas. Hoje, vejo com grande carinho estórias como as contadas pelo mr. GRR Martin, pois como poucos em sua categoria, consegue dar ares de humanidade aos seus personagem, que são bem construídos e possuem sempre identificação com pessoas do mundo real. Na literatura em geral vemos histórias reais sendo conduzidas por personagens fantásticos, alguns até estereotipados demais (Como o Robson Crusoé). No entanto, os livros de GRRMatin nos trás uma estória fantásticas conduzida por personagens humanos(!!!). Daí minha birra com a HBO em, em muitos casos, estereotipar alguns personagens da série, vulgarizando-os e depreciando-os. Devo dizer que, após a 1ª temporada (em que eu ainda não havia lido os livros), detestava Tyrion. Achava-o promiscuo e desnecessário à série…
    Mas após ler o livro 1 – A guerra dos Tronos, percebi o quanto a série maltratou o personagem…

  12. Assim, achei todas as atuações ótimas mas as melhores cenas foram a de Mindinho/Sansa, Oberyn/Tywin e Tywin/Tommem todo o resto foi meio chato ou desnecessário. Meeren foi lindamente apresentada adorei os efeitos especiais. Adorei também a citação de Meraxes……. quero Spin-off sobre os Targaryen!!!!!!!!!!!!!!!

  13. Oi DRUNK!

    Adoro seu blog! Leio sempre e geralmente compartilho das suas teorias, mas fiquei meio em dúvida quanto ao canibalismo dos Thenn.
    Você viu isso nos livros (reli alguns capítulos, mas não achei nenhum indício).
    Será que o Snow não teria percebido nada, a Ygrite também não, e ele teria colocado a Karstark em uma armadilha?

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s