SONY DSC

Jogos de Tabuleiro – Hnefatafl, o jogo Viking

Por ser apaixonado por jogos, sempre pensei em criar uma seção específica sobre tal assunto, aqui no blog.

Jogos, principalmente os de tabuleiro, sempre me chamaram atenção e sempre despertaram minha curiosidade, assim como livros.

Sou fã declarado de RPG, como muitos já devem ter percebido. Ainda que hoje, eu não jogue RPG com a utilização de tabuleiro e nem miniaturas, houve um tempo (há 22 anos) que eu usava um tabuleiro e centenas de peças.

dquest
Com oito anos, esse foi meu primeiro jogo de tabuleiro (que me recordo)

O jogo era da Grow. Chamava-se Dragon Quest.

Infância e jogos

Com meu Dragon Quest, meu xadrez e meu Merlin (jogo eletrônico), passei boa parte da infância, ocupado com jogos. Dificilmente eu jogava bola ou outro esporte. (Quem usa óculos, me entenderá).   Bom… nostalgia a parte, desde que criei o blog, a ideia de abrir um espaço para se discutir sobre jogos, sempre esteve rondando minha mente… Mas que tipos de jogos?

Por que não uma seção de RPG?

Como já disse, eu me considero um grande entusiasta quando o assunto é Role Playing Game,  mas confesso não ser um estudante aplicado nessa área.

Eu amo jogar, narrar, mas sou bem amador nesse gigantesco universo.

Por isso deixo esse campo para pessoas bem mais competente como os meus amigos do SONAOPODETIRARUM e Rodrigo Campos, que já nos honrou com uma fantástica resenha sobre Game Of Thrones RPG.

Mesmo assim garanto que, um dia, publicarei as histórias de minha campanha. Nosso grupo já ultrapassou 04 anos de jogatina regular e temos muita história para contar… mas isso é assunto para outro post.

Então…. qual tipo de jogos?

Comecei a procurar algo interessante, que valesse a pena, e que motivasse a escrever.

Sobre jogos de videogame, receio que haja um número sem fim de sites especializados (e com reputação maravilhosa). Fico surpreso com tempo que os administradores desses sites tem para jogarem horas e horas, desvendando todos os segredos, easter eggs, troféus, e toda sorte de minúcias que, os jogos de hoje em dia podem oferecer.

Curiosamente, ou ação do wyrd, meu irmão chegou em casa com um jogo sensacional. E assim que bati o olho no jogo, decidi:

Minha seção de Jogos tratará, inicialmente, sobre jogos de tabuleiros.

Jogos de Tabuleiro

Os motivos dessa escolha são:

1 – Os jogos de tabuleiros trazem um pouco da História em sua essência e isso, com certeza, me fascina.  Imaginem toda a história desde a sua concepção, passando pelas regras e terminando em seu objetivo. O jogo de tabuleiro mais conhecido é o Xadrez. É fácil visualizar tudo isso que estou dizendo. Podemos ver os desdobramentos e a utilização de estratégias de uma batalha medieval. Percebam ainda, que no xadrez você “mata” todas as peças, mas o Rei, você apenas captura.

2 – Os jogos de tabuleiros (em sua maioria), mesmo os mais simples, recompensam mais a utilização de estratégias do que a sorte. (tenho trauma de tirar um em dados… principalmente naqueles de 20 lados).

3 – O jogo de tabuleiro que meu irmão ganhou despertou meu interesse de uma maneira assombrosa. HNEFATAFL

HNEFATAFL, o jogo dos Vikings

SONY DSC

Sim… esse é o nome do jogo, e pronuncia-se “Nhev-eh-HTA-ful”

Origem

País ou Região: Escandinávia

scandinavian_commonwealth_flag_by_rarayn-d421y3c

Esse é um antigo jogo nórdico, de 500 depois de Cristo.

A etimologia da palavra é bem controversa ainda mais se levarmos em consideração todas as variações linguísticas da Europa como um todo. O que podemos ter certeza é que Tafl significa mesa em nórdico antigo, ou tabuleiro.

Já Hnefi, significa punho, conforme o site nordicnames.de e vários outros locais de pesquisa. Em uma interpretação mais expansiva, chegamos à peça central, cuja peça, nesse jogo é o Rei.

Assim, HNEFATAFL significa Tabuleiro do Rei.

SONY DSC

Há variações do jogo, que foram encontradas em diversos países europeus, que podemos atribuir o fato ás invasões nórdicas.

O jogo foi levado pelos Vikings para a Groelândia, Islândia, Irlanda, Inglaterra, País de Gales, e no extremo oriente europeu, como a Ucrânia.

Percebam como esse jogo traz já na história de sua origem, uma bagagem cultural grande. E isso é muito sedutor. Um jogo com mais de 1500 anos… jogados por vikings, que se sentiam ociosos, enquanto navegavam em busca de pilhagens nas costas inglesas. É realmente muito empolgante.

O Jogo e suas regras

Vou tentar explicar as regras de maneira bem simples e direta… pois o jogo não é difícil, e as peças não têm movimentos diferenciados.

O que dificulta é a estratégia que cada jogador deve utilizar dependendo de qual lado decidir jogar.

SONY DSC

O jogo é composto por:

– 01 (um) tabuleiro de 11 x 11 casas com algumas posições marcadas com desenhos distintos, conforme a foto.

– 01 Rei e seus 12 Soldados

– 24 Mercenários

Nº de participantes

02 jogadores

Idade recomendada

08 anos

Objetivo

SONY DSC

Diferente do xadrez, cujo objetivo é igual para ambos os jogadores, aqui há objetivos diferente para cada jogador.

O jogador que optar por ser o defensor do Rei, deverá conduzir o monarca em segurança até um dos 04 refúgios nos canos do tabuleiro, marcado com desenho abaixo.

Já o jogador que estiver controlando os mercenários, vence se conseguir imobilizar o Rei, não deixando espaço para ele andar. Ou seja, flanqueá-lo por todos os 04 lados.

Percebam que o Hnefatafl, simula um ataque viking dentro de uma batalha. Os atacantes estão situados ao longo dos quatro cantos, cada um representando um navio.

Já o Rei e seus defensores estão localizados no centro do tabuleiro.

Só a disposição do tabuleiro preparado para a partida, já nos remonta às antigas incursões viking ao continente em busca de pilhagem.

Movimentação

SONY DSC

Os jogadores decidem que começa a partida. Os movimentos são alternados entre os jogadores. Cada jogador movimenta apenas uma peça na sua vez.

Todas as peças, inclusive o Rei, andam em linha reta, na horizontal ou na vertical, mas nunca na diagonal. O movimento de todas as peças é idêntico ao movimento da Torre no xadrez.

Casas proibidas

Apenas o Rei pode ocupar a casa central, ou as 04 casas nos cantos do tabuleiro. Nenhuma outra peça poderá ocupar estas casas além do Rei.

Captura

SONY DSC

Há dois modos para capturar uma peça inimiga. Um soldado ou mercenário é capturado, e removido do tabuleiro, quando:

1-      É cercado por duas peças do adversário, que ocupam as duas casas adjacentes em uma linha ou coluna, flanqueando a peça do oponente.

2-      É encurralado entre uma peça do adversário e o Trono (casa central) ou entre uma peça do adversário e o Refúgio (uma das casas nos cantos do tabuleiro).

O Rei pode participar de uma captura como se fosse um soldado.

Um soldado ou mercenário pode se deslocar, com segurança, para uma casa vazia entre duas peças inimigas. Nesta situação não será capturado.

O Rei é capturado se todas as quatro casas adjacentes em volta dele são ocupadas por mercenários ou quando é cercado pelo inimigo por três lados, sendo o quarto lado, a casa central (trono).

Quem vence?

SONY DSC

Quando o Rei é capturado, o jogo acaba e os mercenários vencem.

Quando o Rei chega até um dos refúgios os soldados ganham o jogo.

SONY DSC

Avisos

Quando há um caminho livre para o rei chegar até um dos refúgios, o jogador tem que avisar o seu adversário dizendo “Raichi!” o que equivale a dizer “xeque” no xadrez. Quando houver duas rotas livres o jogador deve dizer “Tuichi!”. Isto equivale a “xeque-mate”, pois é impossível para o adversário bloquear dois caminhos na mesa jogada.

O Atacante tem que avisar o defensor, se o seu Rei puder ser capturado no próximo movimento.

Conclusões

O jogo é fenomenal. É preciso estar atento a cada jogada. Confesso que ganhar dos Soldados é bem complicado.

Acredito que o Rei tem uma boa vantagem para atingir os refúgios. Mas se você se propuser a montar uma estratégia para bloquear os refúgios, a batalha fica extremamente interessante. Passei um fim de semana inteiro jogando partidas, após partidas.

SONY DSC

Realmente é um jogo que vale a pena.

Gostei de deixar um pouco de lado o vídeo-game, e me debruçar em um jogo de tabuleiro tão fascinante e tão diferente de tudo que já havia jogado.

Como eu disse, dá vontade de após, diversas partidas, correr para ler algo sobre os vikings e sua trajetória cultural.

Para aqueles que se interessarem, indico as Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell (terminei de ler o sexto livro no ano passado, e estou aguardando ansiosamente a continuação), ou se você quiser algo mais histórico, indico o The Anglo-Saxon Chronicles… que traz um capitulo inteiro sobre a invasão nórdica em território inglês.

SONY DSC

Uma notícia boa é que não foi apenas esse jogo que a Mitra Confeções trouxe para o Brasil. Hnefatafl é um dos jogos que compõem uma coleção grandiosa. A Enciclopédia de Jogos.

São mais de 20 jogos de diversos lugares do mundo. Uns simples e outros muito complexos.

Alguns reconstruídos de acordo com resquícios arqueológicos encontrados em meio à ruinas, como o Sennet (encontrado dentro do túmulo de Tutancamon), o Hnefatafl (como já descrevi no inicio do post), outros resgatados diretamente de países que mantém o costume de jogá-los até hoje, como no caso do Bagha-Chall (jogado no Nepal), Baw e Owenso (Jogado em Zanzibar), e outros jogos, inventados a partir da cultura de determinado país, como por exemplo, o Futebox.

 

mitra_logo

Primeiro quero parabenizar e agradecer a Mitra pelo carinho dispensado aos jogos. O tabuleiro de Hnefatafl é de uma qualidade enorme. Espero que com as fotos vocês consigam ver.

Entrei em contato com as Mitra e fui atendido pelo dono da empresa, que prontamente me atendeu, e tiraram todas minhas dúvidas sobre os produtos e os jogos deles.

Os jogos são feitos por artesões, praticamente feitos à mão. Isso é algo raro hoje em dia. Bom… com certeza, vocês passarão horas jogando e criando estratégias com o Hnefatafl, e se gostarem tanto quanto eu, montarão sua coleção com todos os jogos da Enciclopedia, e darão lugar de destaque em sua estante.

É sério…a qualidade do material merece destaque. Quando você sente o peso do tabuleiro nas mãos, você sente que você poderá conservá-lo por anos e anos.

SONY DSC

Nada de tabuleiro de papelão ou peças de papel.

O tabuleiro é feito de MDF, com uma camada de cera que serve para proteger os desenhos pintados na superfície.

Esse ar de perpetuidade, me remete aos mesmos tabuleiros feitos na antiguidade, que perduraram até hoje.

E mais, o tabuleiro cabe perfeitamente na estante de livro, o que dá um toque cultural ainda maior, se isso é possível.

Deixarei minha coleção ao lado do meu audiobook do Hobbit.

Onde comprar?

Para aqueles que quiserem comprar tanto o Hnefatafl ou qualquer outro jogo da Mitra, é possivel comprar na Livraria Cultura.

livrariaculturalogo-02b

E para quem ficou na dúvida, sobre qual jogo comprar, ou querem fazer a coleção toda, ao clicarem na imagem abaixo, vocês poderão ver todos os jogos da Coleção que faz parte o Hnefatafl.

Mitra_Banner_04

E não se esqueçam…

 Quem comprar e quiser discutir sobre o jogo Hnefatafl ou outro jogo, sejam bem-vindos…

Não se esqueçam de mandar fotos dos itens de suas coleções!

Proximos Jogos…

Eu não consegui parar apenas no Hnefatafl. E fui além.

E é por isso que a seção de jogos de tabuleiro continuará a tratar sobre jogos de diferentes culturas.

Trarei para vocês outros jogos da coleção.

O próximo jogo, em homenagem a 4ª Temporada de Game of Thrones, será um jogo bem parecido com o Cyvasse… o Dou Shou Qi, o xadrez indiano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Para mais detalhes, clique na imagem

Só para aguçar a curiosidade… o Dou Shou Qi traz peças interessantes, como por exemplo, o Tigre, o Elefante, o tigre, o Rato…

Pretendo ainda falar sobre o BaghaChall, um jogo de tabuleiro muito conhecido no Nepal. Esse jogo é simples, divertido e desenvolve muita a noção de estratégia. um jogador controle 4 tigres, e o outro controla 20 cabras.

Para mais informações clique na imagem

E o Bao e Owenso, que são dois jogos em um, comumente jogado no Malawi, Zambia e Zimbábue (regiões da Africa). É um jogo bem intrincado, em que o jogador ganha sementes do adversário e deve semear seu campo. os registros da criação desse jogo é de de 1400 A.C.

22635749
Clique na imagem, para mais informações

 

19 comentários sobre “Jogos de Tabuleiro – Hnefatafl, o jogo Viking

      1. Obrigado pelo retorno. Sou aqui do RS e vou entrar em contato com o pessoal da Mitra mesmo, acho que eles conseguem me passar algum local que venda por aqui, até mesmo pro frete sair mais barato.

        Um abração e continue com esse baita trabalho com o blog! Sempre passo por aqui e sou fã das suas postagens, principalmente sobre as Crônicas de Gelo e Fogo.

  1. Nós, da Mitra, agradecemos todo o carinho e a atenção recebida!
    Somos uma empresa pequena e muitas vezes parece que estamos remando contra a maré, no entanto, quando nos deparamos com estes comentários voltamos a nos fortalecer no que acreditamos ser nossa missão de vida! Obrigada Leandro!!!!

  2. obrigado pela citação!

    Rapaz, eu tenho muita saudade do Dragon Quest! Foi o meu primeiro contato com algo mais parecido com RPG, depois das formidáveis revistinhas de RPG dos Trapalhões

    E que jogo é esse, Wookie? Maneiro mesmo! Conheço uma pá de amigos que matariam um gigante pra ter um! Vou indicar a loja ai pra eles!
    Continue o bom trabalho!

  3. Oi, Drunk!
    Ótimo post…..

    Caramba, que lindo! Acho que vou adorar essa nova seção do blog. Sou super fã de peças artesanais e assino embaixo de qualquer trabalho de divulgação, promoção e valorização destes objetos culturais.

    Mais uma vez, obrigada por socializar essas coisas boas… 😉

    O seu ponto de vista sobre esse tipo de coisa é sempre apaixonante.

    Aguardo o próximo jogo, antes da 4ª temporada, heim?!!!!

    Beijo

  4. Comprei esse jogo por sugestão do blog e adorei!
    Passei o fim de semana inteiro jogando com meu namorado rsrsrs
    A proposta do jogo é muito interessante e requer muita atenção e estratégia.
    Realmente jogar com o rei é muito mais fácil.
    Super recomendo o jogo.
    Ah, comprei pela internet na Livraria Cultura.

  5. Entrei em contato com a Mitra, após ler esta matéria. E hoje acabo de receber a minha versão do Hnefatafl. Entrega rápida e material de qualidade, conforme foi dito ao longo do texto. Só tenho a agradecer a prestatividade e qualidade dela e do Drunkwookie. E falando sobre cultura nórdica, você assitiu a série Vikings da History Channel? O que achou?
    Eu particularmente mal posso esperar pela próxima temporada.

    Saudações!

  6. Boa tarde,

    Gostaria de esclarecer uma dúvida:
    Quando o rei vai para um dos cantos do tabuleiro, sem ser um daqueles em que ele deve estar no final.
    Onde ele pode ser cercado por no máximo três soldados. Ele é considerado capturado?

    Obrigada,

    Iara

    1. Iara Silva,
      Alguns estudiosos consideram que sim ,eu particulamente jogo com esta variável pois equilibra mais o jogo existem regras variantes que permitem que o rei seja capturado até por duas peças quando ele está do lado do símbolo real de qualquer canto do tabuleiro e preste a andar uma casa e ficar na casa com o símbolo real no canto.

      Esta regra se baseia no fato do jogo Ludus Latrunculorum ser o possível ancestral dos jogos Tafl,qualquer dúvida meu email é logosvorax@hotmail.com costumo jogar bastante esse jogo e outros variantes de jogos tafl e posso te passar bastante material!
      Um abraço!

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s