old-nan-house-stark-24504412-1280-720

Histórias da Velha Ama – parte III

Em Julho, o blog completou um ano, e eu estava exatamente no lugar que deveria estar: Observando as torres que inspiraram Tolkien a criar as Duas Torres da Terra-Média; em contato com corujas e falcões (o mais perto de ser um troca-pele que conseguirei chegar); visitando castelos e tavernas. Não havia presente melhor para que o destino pudesse me oferecer! E ao voltar, vejo que o blog está chegando a 300.000 acessos… Eu não poderia estar mais feliz.

Aproveito o momento para agradecer a todos os que me mandaram tuíte, e-mails, mensagens no facebook e na página do blog pedindo por novas teorias e perguntando sobre minha ausência.

Como havia dito, fiz uma viagem de 23 dias e, ao voltar, me vi sem tempo para me dedicar ao blog.

É engraçado dizer isso: Minha cabeça pensava em As Crônicas de Gelo e Fogo praticamente 24 horas por dia. Só que com a quebra na minha rotina, fiquei maravilhado com muitas coisas, e quando voltei, precisei encontrar tempo para reler meus post, recapitular as ideias e voltar à Westeros e As Cidades Livres”.

Mas estou de volta, com a cabeça fervilhando de novas ideias… “Um Lannister sempre paga suas dívidas”

E é com o lema informal da Casa Lannister que venho (com um certo atraso) apresentar a conclusão da série As Histórias da Velha Ama.

Descrição: http://www.drunkwookie.com.br/wp-content/uploads/wp-includes/js/tinymce/plugins/wordpress/img/trans.gif

Recapitulando

A Velha Ama é uma das minhas personagens favoritas. Eu sempre gostei de personagens que contam histórias dentro de uma história.

Reler os dois posts que falo sobre ela é extremamente delicioso. As histórias de Westeros ali catalogadas em ordem, é bonito de se ver.

Mas eu preciso dar uma conclusão para os posts dela. Por mais que o intuito inicial era só reunir as histórias contadas por ela para facilitar ao leitor, descobri que essas histórias se tornaram verdade no desenrolar dos livros. E comecei a ficar cada vez mais intrigado.

Como ela sabia disso?

Seguem os links dos dois posts, para vocês relembrarem o que foi dito.

Parte I

Parte II

Relendo os posts, vieram as perguntas: Como ela pode saber disso tudo? Onde ela encontrou esse conhecimento?

Mas não apenas isso… como passei um bom tempo pesquisando sobre ela, queria deixar registrados alguns eventos que acredito terem marcado a vida da anciã e que de alguma forma nos dão uma direção e tentar entender quem é ela, e o que ela ainda trará para a trama.

 Idade da Velha Ama

Acho interessante resgatarmos as informações sobre a idade da velha Ama para assim, conseguir traçar o passado dela e saber por onde ela andou, quais pessoas ela conheceu.

Pelas minhas contas, a Velha Ama tem aproximadamente 104 anos.

Old-Nan-house-stark-24504412-1280-720

Mesmo que sejam escassas as informações a respeito dela, o que temos de informação nos levam a crer que ela nasceu por volta de 195 DA, mas só chegou em Winterfell por volta de 210 DA para ser Ama de leite de recém-nascido Brandon.

O Brandon mencionado morreu aos três anos no verão. Essa morte se deu em 213 DA, pois estamos falando do irmão bisavô de Bran Stark.

Ela era uma velha muito feia, pensou Bran rancorosamente; encolhida e enrugada, quase cega, demasiado fraca para subir escadas, sem lhe restarem mais que alguns fios de cabelo branco para cobrir um couro cabeludo cor-de-rosa e pintalgado. Ninguém sabia bem que idade tinha, mas o pai dizia que já a chamavam Velha Ama quando ele próprio ainda era rapaz.

Certamente era a pessoa mais velha de Winterfell, e talvez dos Sete Reinos. A Ama viera para o castelo como ama de leite de um Brandon Stark cuja mãe morrera ao dá-lo à luz, talvez o irmão mais velho de Lorde Rickard, o avô de Bran, ou o irmão mais novo, ou um irmão do pai de Lorde Rickard. Às vezes a Velha Ama contava a história de uma maneira, às vezes, de outra. Mas em todas o rapazinho morrera aos três anos de um resfriado de verão, mas a Velha Ama permanecera em Winterfell com seus próprios filhos. A Guerra dos Tronos – capítulo 24, Bran IV

A jovem ama se apaixona por um cavaleiro misterioso

Se a Velha Ama estava em Winterfell em meados de 213 DA, provavelmente ela se encontrou com um personagem famoso. Um cavaleiro andante que chegou a Winterfell em 213 DA para oferecer seus serviços a Beron Stark contra Dagon Greyjoy e os homens de ferro.

Um cavaleiro alto se apaixonaria por uma jovem ama de leite? Será que os dois tiveram algum relacionamento? Eu acredito que sim.

Estou falando de Dunk, o cavaleiro andante que viajou por Westeros na companhia de Egg, o irmão mais novo de Meistre Aemon Targaryen.

hedge-knight-2-6

E foi na série da HBO que eu encontrei uma evidência interessante sobre Duncan.

Na primeira temporada de Game of Thrones, no episódio 03 “Lord Snow”, a velha Ama está conversando com o pequeno Bran. o diálogo é interessante.

-Odeio suas histórias.

-Conheço a história de um garoto que odiava histórias. Posso te falar sobre Sor Duncan, o alto.

-Sempre foram suas favoritas.

-Não eram minhas favoritas. Game of Thrones HBO Serie S01E03 “Lord Snow”

Martin já nos disse que as informações na série seriam importantes para o desfecho da série. Uma complementação.

Assim é quase certo que a Velha Ama tenha conhecido Duncan, o Alto e se apaixonado por ele.

Outro fato que ajuda a corroborar com essa suposição é a visão de Bran quando está na casca do represeiro de Winterfell.

“Depois apareceu uma moça de cabelo castanho, esguia como uma lança, que se pôs nas pontas dos pés para beijar os lábios de um jovem cavaleiro tão alto como Hodor.”

Não seria os dois se beijando pela primeira vez?

drunkwookieblog tree heart
Talvez a jovem ama e o misterioso cavaleiro andante se encontraram…de uma forma parecida…

E vou além… Hodor é nada menos que bisneto de Sor Duncan, o Alto. O cavaleiro andante que se tornou Senhor Comandante da Guarda Real de Aegon.

Eu não esperava nada menos de Martin, e se no início (quando estava lendo o segundo livro A Fúria dos Reis) eu achava que os Contos de Dunk e Egg eram historias antigas que não teriam muita ligação ou importância com as Cronicas, eu me enganei.

Por isso, se vocês ainda não tiveram oportunidade de ler os 3 contos de Dunk e Egg, façam isso.

Espero por Os Ventos do Inverno fervorosamente, mas me alegraria se Martin lançasse o quarto livro da série Os Contos de Dunk e Egg, intitulado As Lobas de Winterfell.

Duvidas que continuam sem solução

Após pesquisar sobre a idade da velha ama, conseguimos encontrar alguém que marcou sua vida.

Mesmo assim, encontrar essa ligação com outros personagens não ajuda a comprovar como ela sabe tantas histórias de Westeros…

Ora, se ela está em Winterfell desde seus 18 anos, onde foi que ela aprendeu tanta coisa? Ou com quem ela aprendeu tantas histórias?

Mesmo tendo uma idade avançada, muitas dessas histórias são de milênio atrás. Eras esquecidas, que nem mesmo o estudioso meistre de Winterfell sabia, ou mesmo chegava a acreditar.

Não me parece que, pela natureza da Velha Ama, ela se revele uma erudita ou uma pessoa voltada aos livros assim como Meistre Ludwin, Rodrik Harlaw, Samwell Tarly ou até mesmo Tyrion Lannister.

game-of-thrones-1x08-the-pointy-end-maester-luwin-cap
Mesmo com seus conhecimentos, Meistre Luwin nunca soube tanto quantoa velha ama

Sua origem humilde me leva a crer que não foi através da leitura que ela conheceu essas histórias.

E mesmo se assim fosse, já percebemos que os livros que carregam em suas páginas histórias importantes, estão tão bem guardados na Cidadela quanto o ouro lannister está guardado em Rochedo Casterly.

Então de onde vem o conhecimento?

As suposições podem ser muitas:

Warg e Vidente Verde

– Seria ela uma vidente verde que casou-se com as arvores, e assim conseguiu ver acessar o passado de Westeros através das árvores-coração?

Eu não acredito nisso. Não me parece que a Velha Ama seria uma troca-pele. Não que seja impossível… mas não me desperta segurança ao pensar assim. Não há indícios que levem-me a enveredar-se por esse caminho de suposição.

Filha da Floresta

– Seria ela uma filha da floresta?

Seria uma teoria interessante, se os filhos da floresta não tivessem um aspecto físico tão diferente dos humanos.

“Era uma moça, mas mais pequena do que Arya, com a pele sarapintada como a de uma corça sob um manto de folhas. Os seus olhos eram estranhos; grandes e líquidos, dourados e verdes, fendidos como os olhos de um gato. Ninguém tem olhos como aqueles. O seu cabelo era um emaranhado de castanho, vermelho e dourado, cores de outono, com trepadeiras, gravetos e flores murchas a ele atadas.”

Se bem que, a velha ama é descrita como quase cega, com couro cabeludo com pintas e bem pequena.

Mas essa descrição é dela já com seus 100 anos. Se levarmos em consideração que ela era a jovem que beijou o cavaleiro alto, podemos dispensar a ideia de que ela seria uma filha da floresta.

Pode ser que com o livro As Lobas de Winterfell consigamos saber mais sobre o passado da Velha Ama.

Até lá só nos resta as veredas da suposição…

A verdadeira fonte do conhecimento da Ama

A minha opinião sobre como a Velha Ama soube dessas histórias é apenas uma suposição sem muita base encontrada nos livros que Martin escreveu até agora.

Já elaborei quase 10 posts de teorias e percebi que os elementos espalhados pelos livros estão se tornando escassos…

Acredito que logo mais só poderemos voltar a teorizar o futuro das Crônicas de Gelo e Fogo após Winds of Winter… E ai começarmos a discussão em uma série de posts intitulados “O que esperar de Um Sonho de Primavera?”.

Na verdade, a cada novo post, flerto muito mais com  suposições do que com fatos.

Essas suposições me levam a crer ser Brynden Rivers o responsável pelo conhecimento da Velha Ama.

Sim. O Corvo-de-Três-olhos.

three_eyed_crow_by_peresal-d5wq7th

Calma. Explicarei.

Eu sei que estou falando muito do Corvo de Sangue em minhas ultimas teorias. Muitos acharão que eu estou tão obcecado pelo Corvo-de-Três-olhos quanto Bran ou quanto Kvothe está obcecado pelo Chandriano. (Você não conhece Kvothe? Nem o Chandriano? Não acredito… leia esse post, e logo depois clique aqui e conheça O Nome do Vento).

Por que acho isto?

Bom… o personagem que mais sabe sobre a história de Westeros é a antiga Mão, o antigo Mestre dos Sussurros. Através dos seus mil olhos e um, ele presenciou muitos eventos. E seu conhecimento só cresceu quando passou a acessar as memórias dos represeiros. Ele aprendeu muito.

Eventos presentes e passados estão ali nas árvores para ele ler. Como uma biblioteca viva, a floresta de arvore-coração descansa acima das raízes que dão vida longa ao Corvo de Sangue. Então consideremos ele uma fonte de conhecimento.

Brynden Rivers, os filhos da floresta, os represeiros e os livros protegidos na cidadela são as únicas fontes de conhecimentos verdadeiro que sabemos até o momento.

Acima já descartei a possibilidade dela ser uma filha da floresta, uma ávida leitora, e uma troca-pele. Restando apenas Brynden Rivers.

Mas qual o interesse dele em passar para ela esse conhecimento? Vou ainda mais além, será que ela adquiriu esse conhecimento sem o consentimento de Brynden? ou contra sua vontade?

corvo de três olhos
A loba com os filhotes dos Stark no ventre…e Brynden preparando seu grnade plano

Espero que eu não esteja sendo confuso. Sei que as perguntas que surgem são:

Por que ele teria interesse em contar essas histórias para ela? passar esses conhecimentos?

Como seria possível ele passar esses conhecimentos sem saber ou contra sua vontade?

Antes de me explicar preciso resgatar algumas coisas já faladas mas não tão abordadas sobre troca-peles.

O alcance dos poderes de um troca-pele

Sabemos que, quando um troca-pele desliza para a pele de um animal e dentro desse animal há outro troca-pele, o primeiro pode sentir emoções e ter acesso à consciência do ultimo.

Varamyr disse a Jon Snow que o odiava por que Orell odiava Jon Snow. Esse sentimento passou a existir depois que Varamyr entrou na pele da águia de Orell.

Varamyr Orell
o alcance do poder dos troca-peles está longe de ser decifrado

Percebam que há poucas informações sobre o real alcance do poder de um troca-pele. Esse poder está envolto em muito mistério… e esse mistério consegue ser guardado por Martin de maneira magistral, tendo em vista que nós só sabemos o que os personagens que tem seu próprio POV sabem.

Quem mais falou sobre isso foi Varamyr Seis-Peles… como cito a seguir.

Compartilhamento de emoções e consciência

Bom… onde mais podemos ver esse compartilhamento de emoções e de consciência entre o dominante e o dominado?

Varamyr menciona algo sobre esse assunto.

Orell estava definhando dentro de suas penas, por isso fiquei com a águia. Mas a junção funciona nos dois sentidos, warg. Orell agora vive dentro de mim, murmurando como o odeia. E eu posso pairar por cima da Muralha e ver com olhos de águia. A Tormenta de Espadas – capítulo 73, Jon X.

Seria uma troca equivalente? Mas aqui temos um intermediário. um animal no meio de tudo. Será que podemos aplicar isso a troca de pele com humanos?

O único outro troca-pele que teve acesso a mente de um humano (comprovadamente) foi Bran Stark.

O garoto usou o corpo de Hodor em muitas ocasiões. Uma dúvida que paira sobre mim é… Houve um momento em que Bran sentiu o que Hodor sentia, assim como Varamyr sentiu o que Orell sentia a respeito de Jon Snow?

— Hodor — dizia Hodor a cada passo. — Hodor, hodor. — Perguntou a si próprio o que pensaria Meera se lhe dissesse de repente que a amava. A Dança dos Dragões – Capítulo 13, Bran II.

A interpretação dessa passagem dá margem para três entendimentos.

Primeira interpretação: Bran se sentiu confiante, forte, um homem de verdade, no corpo de Hodor, e por isso pensou o que Meera acharia se ele se declarasse.

Segunda interpretação: Bran descobriu o que Hodor escondia, um amor secreto por Meera… e Bran se pergunta o que Meera acharia se ela soubesse dos sentimentos de Hodor.

Terceira interpretação: Hodor ama Meera e Bran passou a ama-la também, pois o contato com corpo de Hodor e seus sentimentos fez isso.

drunkwookieblog hodor
Bran e Hodor são um exemplo de dominante e dominado que ao que tudo indica, não trouxe prejuízo a nenhum dos lados

Eu gosto de pensar na terceira hipótese pois comprova ainda mais que o sentimento e pensamento daquele que é dominado pelo troca-pele pode ser acessado e pode se tornar parte dele. Bran disse  “se lhe dissesse de repente que a amava”. Me pareceu que ele também se surpreendeu com isso. a ideia de ama-la e de dizer isso a ela surgiu naquele momento.

Os eventos apresentados até o momento por Martin demonstra o contato com o pensamento e os sentimentos do “recipiente” de duas formas… Diretamente (Bran/Hodor) ou indiretamente (varamyr/águia/Orell e Varamyr/Pelegris/Haggon).

E o contrário acontece?

O que não conseguimos saber é se o contrário também acontece. Será que existe uma espécie de troca equivalente?

Será que no momento em que a pele de um humano está sendo usada, dominador e dominado conseguem ter acesso aos pensamentos e sentimentos reciprocamente?

Não sei… algo como uma osmose… uma troca de conhecimento.

Será que Hodor consegue sentir o que Bran sente? Saber o que Bran sabe?

É difícil saber… Martin nos deu muito pouco para trabalhar nesse sentido. Hodor só repete hodor e não tem um POV. Assim, até o momento, fica difícil saber.

Outro humano que teve seu corpo usado por um troca-pele foi Cynara, mas o resultado foi desastroso…

Onde quero chegar?

Se partimos do pressuposto que todo aquele que tem seu corpo controlado por um troca-pele acessa suas memórias ainda que inconscientemente, e adquire conhecimento, podemos supor que a velha Ama sabe o que sabe por causa de Brynden.

Sim. Brynden já trocou de peles com a Velha Ama de Winterfell.

Desde quando? Acredito que desde muito tempo.

A pele da Velha Ama usada pelo Corvo-de-Três-Olhos

Eu cheguei a conclusão de que Brynden usou a pele da Velha Ama após ler e reler o seguinte dialogo entre ele e  Bran:

— Tenho sido muitas coisas, Bran. Agora sou como você me vê, e agora entenderá por que eu não podia ir até você… exceto em sonhos.

Observo-o há muito tempo, observei-o com mil olhos e com um. Vi você nascer, e o senhor seu pai antes de você. Vi seus primeiros passos, ouvi sua primeira palavra, fiz parte do teu primeiro sonho. Estava observando quando caiu. E agora finalmente você veio até mim, Brandon Stark, embora a hora seja tardia. A Dança dos Dragões – capítulo 13, Bran II.

Como Brynden esteve presente nesses momentos?

Será que um corvo estava no leito da  mãe de Ned Stark no momento do nascimento dele? Acho muito difícil.

Não seria mais coerente a Velha Ama estar presente quando Bran disse sua primeira palavra, ao invés de um corvo na janela de seu quarto?

Quem poderia ter visto os primeiros passos de Bran Stark?

É por isso que suspeito que a velha Ama teve sua pele usada por Brynden para observar os Stark.

Ela era a única pessoa que estava presente no nascimento de Ned,  presente no nascimento dos filhos dele e participou da educação e desenvolvimento de três gerações de Stark. E aliado ao fato de que o Corvo de Sangue quando era o mestre dos sussuros do Rei tinha muitos espiões e conseguia ver e ouvir coisas secretas, faz com que minha conclusão tenha sentido.

Não é de hoje que tenho a plena convicção que Brynden tenha um interesse enorme nos senhores do norte, principalmente por suas habilidades de trocar de pele.

trono-ferro ned
o corvo de três olhos estava presente no nascimento de Eddard Stark

Se formos ver as datas de todos os acontecimentos, percebemos que Ned Stark nasceu em 263 DA.

Brynden havia sido enviado para a Muralha em 233 DA, foi proclamado Senhor Comandante da Patrulha da Noite algum tempo depois, e depois sumiu para lá da Muralha. Assim, vamos presumir que por 25 anos ele esteve em contato com os filhos da floresta e com as arvores-coração, até Ned nascer.

A Velha Ama chegou para ser ama de leite do pequeno Brandon em Winterfell aproximadamente em 210 DA. Ela tinha 18 anos.

Quando Ned Stark nasceu  ela tinha 70 anos aproximadamente. Será que Brynden já vigiava os Stark pelos olhos da Velha Ama?  Se realmente Brynden queria vigiar os Stark, ver uma simplória ama de leite no circulo interno de confiança dos Stark, aguçou sua cobiça. E foi por esse motivo que ele adicionou a velha ama a seus mil olhos e Um.

Conseqüências do uso da pele e decepções da velha ama

Imaginem ter a mente invadida constantemente. Se com uma simples tentativa de Varamyr, Cynara e ele travaram uma luta desastrosa e mortal, o que aconteceria com a Velha senhora?

“Convocou todas as forças que ainda havia em si, saltou para fora da sua própria pele, e forçou a entrada nela. Thistle arqueou as costas e gritou.
Abominação. Seria ela, ele ou Haggon? Nunca soube. A sua velha carne voltou a cair no monte de neve quando os dedos dela se descontraíram. A esposa de lanças torceu-se com violência, aos guinchos.

O gato-das-sombras de Varamyr costumava combatê-lo selváticamente, e a ursa das neves ficara meio louca durante algum tempo, tentando morder árvores, pedras e ar vazio, mas aquilo era pior.
— Sai, sai! — ouviu a sua própria boca de mulher a gritar. O corpo cambaleou, caiu e voltou a levantar-se, as pernas abanaram, as mãos sacudiram-se para aqui e para ali, numa dança grotesca qualquer, enquanto o seu espírito e o dela combatiam pela carne” A Dança dos Dragões – prologo

E aí surge uma dúvida… como Brynden conseguiu tal façanha? Por que a Velha Ama não lutou e morreu assim como Cynara e Varamyr?

A mente da velha Ama  seria tão fraca assim?

Bran consegue deslizar para a pele de Hodor por que ele é simplório, por que Bran confia nele ou porque é um poderoso troca-peles?

Se concordarmos que Bran é poderoso, podemos supor que Brynden também o é.

Se atribuirmos o fato de Hodor ser simplório, e ter pouca astúcia, e por isso dominá-lo é relativamente fácil, precisamos encontrar a fraqueza da velha ama.

Só que não acredito que Hodor seja fraco… e nem a velha Ama.

Acho que a confiança é a chave para conseguir entrar na pele de um humano. Talvez, em um primeiro momento a Velha Ama aceitou o domínio de sua pele. Mas por que ela aceitaria isso?

Para uma mulher de origem humilde, perceber que algo está de errado com seu corpo e com sua mente a levaria a loucura.

Suponho que o Brynden deva ter se apresentado a ela em sonhos.

Lembram que o Corvo de Sangue se apresentou à Bran em forma de um corvo de três olhos? E se foi assim que ele se apresentou à Velha Ama? E se ele utilizou alguma engodo? Alguma mentira?

E vou mais alem… e se ele usou o romance da Ama com Duncan para conquistar sua confiança, e se ele prometeu algo?

Trazer de volta seu cavaleiro andante que sumiu de Winterfell e a deixou?

Old_Nan_by_Curtana

Brynden conheceu Duncan. E provavelmente soube que o alto cavaleiro se apaixonou por uma moça de cabelos castanhos, e se beijaram na frente de uma arvore-coração.

Utilizar-se desse conhecimento para conseguir favores da velha senhora, não seria uma atitude inesperada de um antigo mestre dos sussurros.

No início acho que ele conseguiu ludibria-la… Com o tempo foi ficando fácil entrar na pele dela… e para a Velha Ama só sobrou a decepção, e a lembrança de uma promessa não cumprida por um corvo.

– Os corvos são todos mentirosos – concordou a voz da Velha Ama da cadeira onde tricotava. – Conheço uma história sobre um corvo.

– Não quero mais histórias – Bran exclamou, com petulância na voz. A Guerra dos Tronos – capítulo 24, Bran IV.

Quanto mais penso mais minha mente viaja e divaga.

Voltando a dúvida inicial e descobrindo como a velha ama sabe tantas histórias

Se reunirmos todas as suposições explicadas até agora, teríamos Brynden vigiando os Stark pelos olhos da velha Ama por um período que compreendeu antes do nascimento de Ned Stark até a queda de Bran. Isso sem falar no conhecimento que ele adquiriu utilizando o conhecimento das arvores-corações.

É é aqui que suponho ainda mais sobre o poder e a fraqueza do poder de trocar de pele.

Seria impossível haver uma contrapartida? Enquanto Brynden seguia com seu plano e vigiava de perto os Stark usando a Velha Ama, a senhora acabava por adquirir um conhecimento compartilhado.

Ainda que ela não entendesse todas as informações, ela conseguia entender algumas coisas e passou a contar essas “histórias” as crianças Stark.

Como se o conhecimento de Brynden escapasse pouco a pouco no momento em que controlava a velha ama. e ela com sua inteligência, foi juntando e tecendo usas histórias para os Stark.

Mais de um caminho a ser considerado

Eu gosto dessa teoria. Sei que não tem base solida alguma e não há passagens nos livros que consigam balizar com segurança a arquitetura dessa conjectura.

Nem mesmo consigo provar que o “dominado” consegue sentir o que o “dominante” sente, quando este ultimo está trocando de pele.

Mas mesmo assim, faz sentido no mundo criado por G.R.R. Martin. Esse é o tipo de magia que pode existir em Westeros.

Se pensarmos de outra forma, se partirmos do pressuposto que o dominado não consegue acessar as memórias e o conhecimento do dominante. (por achar que Martin não nos deu subsídios para pensarmos dessa forma), mesmo assim, eu insisto que é Brynden o responsável pelo conhecimento espantoso da velha Ama.

Brynden pode ter visitado a velha Ama em seus sonhos como corvo de três olhos, contando-lhe as histórias antigas sobre os Outros, sobre criaturas fantásticas, troca-peles, wargs, dragões e os reis Targaryen.

Mas se as histórias foram contadas pelo Corvo-de Três-Olhos, quais os motivos dele?

Contando as histórias para a Velha Ama, ele teria certeza que os Stark estariam familiarizado com o que veriam.

Wargs, gigantes, aranhas de gelo, dragões, mamutes, e os Outros.

Essas histórias foram cruciais para abrir a mente de Bran para o desconhecido. Até mesmo Jon Snow se pega pensando ans histórias da Muralha contadas pela velha Ama .

Bran and Summer

Conclusão

Essa é uma personagem fantástica. Sua aparência frágil contrasta com seu conhecimento forte.

A Velha Ama está com os Stark por mais tempo do que eles se lembram. Chegou em Winterfell por volta de 210 DA e participou da criação de 3 gerações de “lobos”.

Trabalhou como ama de leite, conheceu um cavaleiro alto e galante. Foi babá de muitos Stark depois disso. Cuidou e contou histórias para eles. Teve filhas e filhos. netos e bisnetos. Conhece Winterfell melhor do que ninguém, mas também demonstra um vasto conhecimento sobre toda Westeros.

Esse conhecimento deriva da influência de Brynden Rivers em sua vida. uma influencia que durou muito tempo.

É bem provável que o interesse de Brynden pelos Stark que o fez trocar de pele com a Velha Ama constantemente. Desse modo pode monitorá-los de perto por gerações.

Conseguiu isso sem matá-la, ou por causa de seu poder elevado, ou por tê-la abordado de uma forma mais branda. Ludibriando-a talvez, prometendo trazer seu antigo amor de volta.

Desse contato conseguimos extrair duas possibilidade para definirmos como ela aprendeu tanto sobre Westeros.

A primeira possibilidade deriva de um efeito colateral por ter sido, por tanto tempo, usada como pele de um troca-peles e a segunda possibilidade deriva de um plano arquitetado por Brynden para monitorar e treinar os Stark para seus sombrios propósitos.

Assim, acredito que essa é a fonte do conhecimento da Velha Ama, e por essa condição específica ela reune tanto conhecimento sobre o lado de lá da Muralha e do lado de cá, inclusive conhecimento sobre os reis Targaryen e seus dragões.

Graças a essa relação com o Corvo-de-três-olhos fomos agraciados desde os primeiros POV de Bran com as histórias mais interessantes e terríveis de Westeros.

Tanto Bran, Arya, Jon e nós, fomos preparados pela Velha Ama para aceitarmos o sobrenatural e o fantástico nas Cronicas de Gelo e Fogo.

Bom… mais um personagem que converge diretamente ao Corvo-de-Três-olhos.

E é por isso que eu acho que ele terá uma importância grande e que o interesse dele em Bran é exatamente aquele que abordo no post sobre Brynden Rivers.

 

brynden

Será que a Velha Ama tem alguma informação sobre ele? Alguma fraqueza? Será que a velha no final ajudará o pequeno Bran a combater o Corvo-de-tres-olhos? Devemos aguardar.

Próximo post é sobre o herdeiro de Sor Duncan e a Velha Ama

A ideia era utilizar esse post para falar também sobre minhas suspeitas a respeito do bisneto da Velha Ama. Walder. Mais conhecido como Hodor…

Mas acho que ficaria melhor se colocadas em um novo post.

Não se preocupem… esse post não demorará para sair pois está praticamente finalizado. Ele surgiu junto com a conclusão da velha ama mas cresceu mais do que imaginei.

Ele não é grande o bastante para um post solitário, mas não é pequeno demais para ser incluído aqui

_______

Enquanto aguardam a 3ª temporada sair em BD, aproveitem os preços da livraria Cultura.

game-of-thrones-season-1-bdGameOfThrones_BD_S2

E para quem não tem nenhuma das temporadas, vale a pena compra o Box de Colecionador, com as duas temporadas!

49 comentários sobre “Histórias da Velha Ama – parte III

  1. Achei muito boa a sua teoria de a Velha Ama amar Sir Duncan, mas muito viajante a relação da Velha Ama com Brynden Rivers. Parafraseando Freud: “as vezes uma história é apenas uma história…”

  2. Como sempre um post muito bem explicado e que me fez pensar sobre coisas que jamais imaginaria. Mesmo tendo poucos indícios sobre o envolvimento Brynden-Velha Ama, não é viagem nenhuma pensar que realmente existe tal envolvimento (estamos falando de Jorginho Martinho). Gostaria de dar outro argumento á teoria: podemos perceber que na época em que a história se passa, as pessoas que sabiam ler eram somente os “nobres”, ou seja, os que pertenciam as casas de alguma expressão em westeros e os meistres. O resto da população não sabia ler. Tanto que na série o Tywin Lannister fica surpreso ao saber que sua copeira em Harrenhal (Arya) sabia ler. O que me faz pensar que talvez a Velha Ama não tenha adquirido todo o seu conhecimento lendo livros. Outra coisa, se a Velha Ama tivesse adquirido tal conhecimento lido os livros de Winterfell (tem uma parte que fala quem ela nunca saiu de Winterfell), o meistre Luwin também não teria conhecimento sobre as histórias que a Venha Ama tem? Bom, pra saber se essa teoria tá certa ou não, só o senhor do mistério e da lerdeza pra responder.

  3. Sobre um possível relacionamento da Velha Ama com Sor Duncan é bem provável, mas discordo da teoria do Bryden e a Velha Ama, para mim ela sabe tanto, pois são histórias que são passadas oralmente de uma geração a outra, como é o caso dos contos de fada que datam alguns de antes de cristo e foram preservados oralmente.

  4. Estou junto com o Felipe Tiberio. Completamente enlouquecida com o post. Tinha a ideia de reler os livros e agora definitivamente chegou a hora. (Depois se tiver tempo nos conte sobre a sua viagem!!)

  5. Uau! Assim como vários que leram e lerão essa post, minha cabeça realmente deu um nó! Mas vc conseguiu ser convincente, realmente tudo que disse tem seu fundo de “será que é?”, pode não estar certo, e esperaremos uns bons anos para descobrir, mas impossível não me pegar repensando tudo que já li, e em teorias que encontro por ai.

    Drunk, acompanho seu blog praticamente desde que criou. É o único que procuro atualmente para procurar referências sobre o que esperar e sobre como analisar de forma conclusa e com embasamento, as histórias já divulgadas por Martin.

    Continue assim, pois sempre indico a todos os mais curiosos sobre esse fantástico mundo, e a forma com que você faz seus posts, é incrível!

    Parabéns por dedicar seu tempo nos levando teorias bacanas!

    1. Obrigado, Taimmy!
      Fico feliz de saber que você acompanha o blog desde quando ele surgiu!
      A ideia é continuar sempre atualizando o blog e fazendo o que eu gosto… falar de ASOIAF!

      a parte de dedicação de tempo é o que mais me consome…mas vale muito a pena!

  6. Cara, eu to com uma raiva danada dos seus posts, pq eles fazem tanto sentido que se realmente for isso que rolar, agnt praticamente ja sabe quase tudo sobre o futuro da série .hahahah mas eu não consigo não le-los, parabens mesmo !

    Agora, alguem pelo amor de Deus saberia onde eu consigo encontrar esses contos de Dunk & Egg traduzidos ?

    Valeu mesmo !

  7. Parabéns pelo post! Muito bom mesmo! Mas… fala um pouco da Arya… rsrs eu sei q vc quer revelar suas teorias a respeito do corvo de três olhos… mas fala da Arya, por favor, eu tenho um monte de teorias na minha cabeça, mas tendo visto a coerência das tuas teorias, gostaria de ver a sua teoria a respeito da Arya Stark, meu personagem favorito… rsrs Abraço!

  8. Oi!

    Bom, eu nem tinha pensado num relacionamento entre a Velha Ama e Duncan, mas como ainda não li Dunk and Egg, não posso falar nada. Mas que é possível, claro! Nem tinha pensado na visão de Bran no represeiro, eu achava que era Lyanna. Mas agora tenho que admitir que faz mais sentido ser a Velha Ama.

    Também acho bem possível que Brynden esteja, ou esteve, controlando a senhora. Que ele é um troca-peles poderoso não resta dúvida, afinal ele levou Bran até Além da Muralha, mesmo estando quase incapacitado dentro do represeiro. Acho que no caso ele deve ter usado de subterfúgios mesmo. O seu post me fez pensar em outro mestre dos sussurros, Varys, mas daí eu vi que Brynden tem mais de Mindinho do que de Varys (não que qualquer um deles seja confiável. mas Mindinho é pior). E um esquema assim, bem pensado e executado, e apenas por benefício próprio é mais a cara do Mindinho. Varys faz o que faz pelo bem do reino, ou é o que ele diz. Assim. acho mesmo que Brynden deve ter descoberto algo a respeito da Velha Ama e usado isso a seu favor.

    Esse comentário da Ama que corvos são todos mentirosos sempre me incomodou, Tem algo aí, a gente só não sabe ainda o quê. E não é sempre verdade. Veja o corvo do Mormont, que passou a ser de Jon. Esse aparentemente não mente, pelo contrário, ele parece até ter certa presciência. A gente é que ainda não consegue entender as mensagens dele. Já a Ama fala isso com amargura, como se realmente tivesse sido enganada por um corvo.

    Assim, é bem possível que o conhecimento dela venha de Brynden. Eu vi alguém comentar que as histórias dela sejam passadas através da tradição oral, mas não acho que seja o caso. Sim, pode ser que algo seja mesmo, mas neste caso teríamos diversas versões das histórias, ao passo que as da Ama, podem ter diferentes versões, mas por causa da idade dela, não porque passaram de um para outro. E claro que mesmo sendo senil, ela ainda tem alguns truques. E acho que tanto ela (espero que ainda esteja viva) como Hodor é que vão ajudar a desmascarar Brynden. Já disse antes que não acredito que Bran irá se resignar a ficar preso àquela árvore forever alone. Pelamordedeus, GRRm não iria investir páginas e mais páginas no personagem para isso!

    Não sei só quanto a Bran amar Meera, Talvez seja porque Hodor se sinta assim, mas teno a impressão de que Bran já havia mencionado isso em algum momento anterior, ou melhor, deu a entender. Mas não tenho certeza, posso estar errada.

    Bom, tudo isso é especulação, claro, mesmo porque ainda não temos a série toda, e só GRRM (e Dan e David) sabem realmente no que vai dar. No meio tempo, continuamos rezando para The Winds of Winter sair rápido!

    1. Primeiro ..Parabens…concordando ou não escreveu bem.
      Segundo…Tenho uma duvida…ja leu os tres livros do Dunk e Egg ???
      Ele esta atras da fantocheira ou algo parecido do primeiro livro….ele a encontra ??? lembro de outros livros em que lendas contadas como musicais, peças de teatro e fantoches se tornam reais …e são faceis de passar de geração em geração….Exemplo de Kvothe que citou acima…..Faz bastante sentido.
      Porque não vejo a velha ama como fonte de conhecimento concreto…mas sim de historias e lendas…
      Mas sua teoria me abriu novos caminhos a pesquisar….
      Outra teoria que vem me castigando é o contato dos “homens sem rosto” com os Stark…será que eles ja não estariam antes com a velha ama por exemplo? eles tem muito conhecimento tambem…

      1. Oi Pablo!

        Obrigada! E ainda não li nenhum dos contos de Dunk e Egg, mas pretendo. Também sou viciadaça nessa série, e quanto mais eu souber sobre ela, mais eu especulo. Eu também tenho um nlog (natrilhadoslivros.blogspot.com – e foi assim que eu conheci o Drunk) e também tenho um monte de posts sobre a série, com várias especulações.

        Beijo!

  9. Ola Drunk! Sou nova por aqui, mas estou lendo todas as suas teorias, pois acabei de ler os 5 livros e estou em crise de abstinencia… Seu blog ajuda a amenizar🙂
    Meu comment nao tem nada a ver com o tema do post, mas queria te contar algo que acho sobre Sansa, sem embasamentos, mas como vc estuda a obra, quem sabe nao ve algo de possivel.
    Sansa e a unica que gosta da ideia de poder, quer ser rainha, delatou a ideia do pai de voltar para winterfell para ficar em king’s land , perdeu a loba e agora esta jogando o jogo dos tronos. Me quetiono se tudo isso nao teria um significado…
    So uma ideia, talvez nao haja nada de mais nisso, mas adoraria ouvir de vc.
    Ainda nao vi tudo do site, mas e a Arya? Um dos meus personagens favoritos!!!

  10. osha uma vez comentou alguma coisa sobre o Hodor( Walder ) ter “sangue de gigante”
    isso pode ser uma pista do Martin quanto as origens do nosso gigante simplório (já que duncan tinha como alcunha “o alto”)

  11. A cada teoria sua que leio mais vejo a necessidade de reler os livros e definhar página por página! Acredito que existam muitas verdades em tudo o que você conclui =) Parabéns pelo posts!

  12. Um trecho do “A Espada juremanetada” que pode reforçar sua teoria..Sobre o controle que ele ja exercia no passado ..”Rei Aerys é sua marionete. Não ficaria surpreso de saber que Bloodraven enfeitiçou Nossa Graça, para curva-lo à sua vontade. Pequena maravilha que nos amaldiçoou” ….cada paragrafo que leio destes livros do Dunk anda Egg fica melhor…..parabens por sua teoria….faz cada vez mais sentido.

  13. Brilhante, como sempre.
    Acho que será interessante quando “tudo acabar” (como se o que é lendário tivesse fim!) o blog compilar as teorias desenvolvidas comparando com o que de fato acontecer.
    Tenho certeza que o índice de acerto será muito alto.
    Este blog é um alento para os fãs que aguardam o livro 6.

  14. Drunk, eu tenho acompanhado seu blog e acho ele o máximo. Todas as suas teorias tem bases e isso faz a diferença. Parabéns! Sei que o blog é sobre as Crônicas de gelo e fogo, mas já vi que vc as vezes posta algo sobre outras obras. Será que vc poderia escrever algo sobre Prince Of Thorns – Trilogia dos Espinhos. A história se passa em um cenário semelhante ao das Crônicas de gelo e fogo e que tem gerado muitos comentários positivos em outros blogs. E que inclusive os blogueiros tem feito comparações entre as duas obras. E mais uma fez, parabéns pelo blog.

    1. Eae Daniel, tudo bem?
      Eu já ouvi falar de Prince of Thorns, mas não tive oportunidade de ler ainda.
      Eu li recentemente O nome do Vento e tenho vontade de falar sobre a obra. Meu proximo passo é ler a saga Roda do Tempo, publicado pela Intrinseca.
      Mas, vou pesquisar sobre esse livro que vc indicou…

  15. Drunk, mais uma vez parabéns pelo blog. Muito fã de suas teorias!
    Gostaria de sugerir um tópico versando sobre as várias religiões de GOT, em especial, a adotada pela Arya, com os “homens sem face”. Digo isso, pois o Martin vem explorando cada vez mais a parte “mística” nos livros. Com o nascimento dos dragões e tudo, houve um “reviver” da magia…
    Outro ponto que eu gostaria de trazer aqui pro blog, é em relação ao “líder” dos Walkers. Pois em nenhum momento no livro, vemos algum tipo de referência à “liderança”. E ainda, por que esse tal líder, parou, olhou pro Sam, e prosseguiu. Teria isso algum sentido implícito? Afinal de contas, tudo que rola na série é com o aval do Martin. Conto com suas observações

    1. Minha ideia é começar a ler sobre os outros agora. Mas receio que terei certa dificuldade, pois precisarei ler em conjunto com a obra em inglês. No Brasil os tradutores optaram por traduzir wight por criatura. assim como creature é criatura. Fica dificil saber quando estão falando especificadamente sobre os wights (mortos vivos criados pelos Outros). Eu mesmo confundia caminhantes brancos e Outros. mas são quase a mesma coisa. Caminhantes brancos são as criaturas magicas, (aquele que olhou para Sam), wight (são os mortos vivos) e os Outros se referem aos Caminhantres brancos, mas acho que também é usado para falar dos mortos-vivos. (como um todo). Só por aí vc já ve a dificuldade em encontrar as passagens certas sobre esses caras… mas será um belo desafio.

  16. oi drunk, realmente adoro suas teorias. elas não perdem em nada em comparação com a de vários gringos lá fora – já pensou em traduzi-las para o inglês e as difundir na internet? rs

    quanto ao post… quando li o dança, na passagem que o bran tem as visões, imediatamente pensei na velha ama e no sir duncan e concordo que faz muito sentido o brynden ter entrado na mente da velha ama. mas como falou alguém nos comentários, as histórias dela podem ser apenas fruto de histórias passadas de geração em geração e como acontece conosco, os mais novos não dão ouvidos e elas acabam morrendo com os mais velhos.
    talvez ela tenha dito que o corvo seja mentiroso por tirar o sir duncan dela? quem sabe talvez? não me sei dizer bem datas, mas isso é possível?

    1. Eu pensei… mas me consome muito tempo escrever em portugues…o que dirá em inglês. mas seria uma otima ideia… quem sabe se alguns leitores parceiros se proporem a traduzirmos para o ingles eu postaria e divulgaria nos foruns gringos…seria otimo e só agregaria às discussões…

  17. Acho valida sua teoria sobre a relação entre dominante e dominado ser mais que uma ligação.
    Em varias partes do livro foi dito que os troca-peles vão ficando cada vez mais parecidos com os seus “companions”. E me lembro de já ter visto algum comentário sobre os lobos dos Starks serem mais do que lobos comuns, como se eles fossem aprendendo algo de humano com seus respectivos troca-peles ao longo da convivência…

    Belo post. Espero que consiga traçar mais teorias enquanto o próximo livro não saí.

  18. Drunk vi que vc citou para mim a saga com o ambiente mais fantástico, interessante e apaixonante óbvio salvaguardando o mundo criado pelo mestre Martin, gostaria que vc se puder faça uma resenha sobre a cronica do matador do rei, vi que vc leu o nome do vento.

  19. Bem legal a teoria, mas atente para os seguinte. Brynden não precisaria da velha ama para monitorar os Stark, pois árvores, corvos e outros animais poderiam desempenhar essa tarefa. Ele só precisaria de um humano para “falar” com os starks.
    Mas se a necessidade era transmitir conceitos, idéias e afins, ele não poderia ter tentado controlar alguém mais influente? Talvez até mesmo um Stark? Isso com certeza iria tornar mais fácil a aceitação dessas idéias, não?
    Acho que não era esse o interesse de Brynden. Para mim, ele quis monitorar a chegada do próximo “mais poderoso troca-peles do mundo”. Para isso ele precisava testar cada Stark, contar histórias a eles e ver suas reações, buscando indícios sobre qual deles seria o “chosen one”.
    Para isso, ele precisava de algum insuspeito, que tivesse acesso a todos os Starks, principalmente os mais jovens. De preferência mulher (vivam mais que os homens). Quem melhor que a babá?
    Por isso, digo que a Ama não “absorveu” as histórias de Brynden.
    Ele pode tê-la controlado mas pode também ter lhe transmitido as histórias através de sonhos, como fazia com Bram. Isso reforça a hipótese de um acordo entre os dois, do tipo, “você faz isso , eu te ajudo com aquilo” .
    Acredito que ele tenha acessado a mente da ama, de quando em quando, para colher os resultados dos testes, provavelmente nos sonhos. Mas não acredito que tenha havido controle corpóreo, pois isso seria por demais assustador para a mulher. Por ex,, se Dunk voltasse e ela fosse controlada enquanto estivesse com ele, por ex. , é algo que ela certamente temeria.
    Com o tempo, as histórias entraram no subconsciente da velha e ela passou a repeti-las como um papagaio, Quando se lembra do corvo, é como uma história perdida no tempo de algo que não deu certo, mal sabendo que ainda estaria sendo utilizada por ele.

    1. Discordo. Uma arvore ou um corvo não poderia estar em todos os lugares que a velha ama poderia. Assim ela ainda eh a melhor opção para poder observar os Starks.

      Caso fosse para “falar” c os Starks, ela continuaria a ser a melhor opção. Já que possuia acesso a eles desde seu nascimento. Vc não considera que a babá de uma criança tem muito mais influência na formação de seus conceitos do que pais que não são presentes (considere que no cenário, homens de guerra n teriam tempo para ficar educando seus filhos, logo essas tarefas sempre eram passadas aos servos. Treinamento, heráldica, costura, etc.).

      Eu acho que dificilmente Rivers contaria histórias a ela para que ela as repassasse. Ele contaria por meio dela. A velha Ama por sua vez resistiu ao domínio. Mas uma vez dominada, seria facilmente acessada sempre.

  20. Para melhorar sua teoria na linha que você quer, deves analisar os seres dominados. No caso os lobos dos Starks. A meu ver, eles passam a ter a personalidade bastante parecida com as dos seus donos, assim “comprovando” que o dominador deixas resquícios seus no dominado. Também podemos analisar o corvo do Mormont, que é bem mais esperto q a maioria. Essa inteligência pode ser consequência das vezes que ele foi dominado por Rivers.

    Agora pense… e se Hodor foi o dominado. Em uma passagem é dito que os animais que ja foram dominados são mais fáceis de serem dominados por outros. Quando Hodor é dominado por Bran, ele vai para o seu lugar escuro e profundo e fica quieto lá. Isso pode significar que ja possuía o costume de compartilhar seu corpo. Porém isso quebraria a Teoria dos Resquícios do Dominante. Exceto é claro se Rivers souber sobre o nome do Outro (Hodor) e sua natureza. Assim esse resquício se impregnou de maneira mais traumática (imagine um simplório tendo acesso a visões e conhecimentos acerca do Grande Outro e sua “maldades” isso poderia ter gerado o grande trauma) em Hodor. Assim pode-se considerar que ele possuia a velha Ama e quando ela ficou frágil em demasia (ou desconfiada demais) ele passou a possuir Hodor ( assim na primeira possessão de Walder, ele ficou traumatizado irreversivelmente).

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s