Entre a Rebelião de Robert, a Guerra dos Cinco Reis e a Guerra das Rosas: da monarquia descentralizada e a crise dinástica à instauração de uma nova ordem política

Enquanto não termino a conclusão do post da Velha Ama, fica aqui um artigo interessantíssimo do meu amigo Renato Reis, que faz um paralelo entre a Guerra dos 5 Reis e a Guerra das Rosas.

História de Gelo e Fogo

”A anarquia, o horror, o medo, o saque desenfreado virão morar aqui, passando o nosso país a ser chamado o novo campo de Gólgota e depósito de crânios. Se levantardes casa contra casa, nascerá a divisão mais desastrosa que jamais viu este país maldito. Evitai estes males, retirando o vosso apoio; se não, os vossos filhos e os filhos destes, mesmo com voz lassa, vos gritarão aos túmulos: Desgraça!” – A Tragédia do Rei Ricardo II, Ato IV, Cena I, William Shakespeare.

GT003Towton_L

  • Introdução

Ricardo II foi o último rei da Inglaterra da linha principal da Dinastia Plantageneta, iniciada em 1154 por Henrique II – após uma guerra civil de 19 anos conhecida como ”A Anarquia” -, seu brasão de armas pessoal exibindo um veado coroado – conhecido como The White Hart – provavelmente foi a inspiração para os estandartes das Casas Durrandon e Baratheon. Ele foi deposto do poder em…

Ver o post original 6.013 mais palavras

2 comentários sobre “Entre a Rebelião de Robert, a Guerra dos Cinco Reis e a Guerra das Rosas: da monarquia descentralizada e a crise dinástica à instauração de uma nova ordem política

  1. Eu talvez esteja errado e dizendo bobagem, mas acho que o grande clímax não apenas dos próximos livros mas de toda a saga será a guerra entre os humanos e os “Outros”, ou “White Walkers”, se prefere. Todas essas guerras pela libertação dos escravos, as guerras comerciais das cidades livres entre si, as querelas feudais e intrigas palacianas de Westeros, tudo isso será reduzido à insignificância, quando o verdadeiro conflito começar. No final, nobres e plebeus de todas as casas terão que se unir contra os “Outros” ou perecer. Acredito que Jaime, transformado num “Outro”, matará Cersei. Acredito que a Danaerys enfrentará os outros na Baia dos Escravos, pois está profetizado: “Soon comes the pale mare, and after her the others.” Acho também que o Bram terá um papel de destaque nessa guerra contra os “Outros”.

    Eu também acho que o Jon Snow continuará, mas não como um homem vivo, e sim como uma criatura como o Mãos-Frias.

    Lembre-se: a saga começou com um ataque dos “Outros” à Patrulha da Noite.

    E todas essas guerra civis entre dinastias feudais, parecidas com a guerra das Rosas, a dos cem anos, e outras? Bem, na minha opinião elas se tornarão insignificantes. A grande moral da saga acabará sendo como são insignificantes os poderes deste mundo, e como são frágeis e transitórios esses políticos como Varys e Littlefinger. A ciência deles, a longo prazo, é insignificante para o destino dos povos.

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s