O que esperar de “A Guerra dos Tronos RPG”?

Esse post é mais uma parceria do Drunkwookieblog!

O Zuada! RPG, blog que sigo a um bom tempo, teve a ideia de trazer aos leitores do Drunkwookieblog uma notícia boa para os fãs da série e fãs de RPG.

uma resenha sobre o RPG lançado recentemente pela Jambô Editora. Guerra dos Tronos RPG

Sem mais delongas, espero que gostem e que me chamem para jogar na casa de vocês!

Artwork for Game of Thrones - Nightwatch RPG

Um pouco de história sobre RPG

O Role-Playing Game é uma forma de entretenimento interativo surgido nos anos 70, fortemente baseado na literatura fantástica. Evoluído dos wargames que faziam a cabeça dos jovens americanos, o RPG permitiu aos jogadores reviver suas histórias preferidas. Explorar mundos fantásticos, encarnar personagens marcantes ou expandir tudo isso.Então, nada mais natural que o mundo de Westeros, assim como as Crônicas do Gelo e Fogo, ganhasse uma versão RPG!

A Song of Ice and Fire RPG, de autoria de Robert J. Schwalb, é um premiado jogo da editora americana Green Ronin, e que acaba de chegar ao Brasil pelas mãos da Jambô Editora.

Com uma pré-venda exuberante para o mercado de RPG nacional, o livro vendeu 400 exemplares em 20 dias. Recebi recentemente o meu exemplar traduzido, chamado em terras tupiniquins de Guerra dos Tronos RPG, e venho até os leitores do Drunkwookie dar uma rápida resenha do livro!

Apresentação da obra

Primeiro de tudo, a bela capa colorida chama a atenção! Ela mostra o momento decisivo da Batalha do Tridente, onde Robert Baratheon (sem aquela imensa barriga, olhem só!), desfere um poderoso golpe de seu martelo de batalha contra o Príncipe Herdeiro Rhaegar Targaryen.

Sempre se imaginou que a editora trouxe esse jogo focando nos fãs da saga literária e da série da HBO, e ela deu duas bolas dentro nesse sentido, embora tenha dado uma mancada feia!

Formato

A primeira boa ideia da Jambô foi o formato:  o livro é exatamente do mesmo tamanho dos livros da Editora Leya, uma coisa maior que o formatinho A5 (usado no RPG Old Dragon) e menor que o formatão A4 (usado na maioria dos livros de RPG). Bem prático pra colocar na estante do lado dos outros livros, e ler no ônibus!

Bibliocanto Peculiartes

Aproveite e compre o Bibliocanto da Peculiartes… ideal para acomodar seus livros

Qualidade do material

A outra bola dentro (na minha opinião) foi o papel. Nada daquele brilhante couché ou offset sem graça; eles usaram o mesmo tipo de papel usado nos romances (arrisco dizer que é O MESMO papel).

Balerion2

Algumas pessoas reclamaram, por estarem acostumadas a outro tipo de material em livros de RPG, mas eu particularmente gostei da inovação: É bem confortável e gostoso de ler!

Embora o livro seja todo em preto e branco – ao contrário do original americano, que é colorido – , as bonitas imagens que ilustram-no perderam pouco ou quase nada de qualidade; Tal atitude serviu para baratear o material, tornando-o mais acessível para nosso mercado.

gt-basico_2g
ótima qualidade dos desenhos em preto e branco

Conteúdo e Regras

O conteúdo? Um conjunto de regras completo, desde explicações sobre “o que é RPG” para quem (ainda) não sabe jogar, até regras complexas para auxiliar o Narrador – o cara que cria as histórias e conduz os personagens pelas veredas de Westeros.

Temos regras para intrigas, regras para criar suas próprias casas nobres (com direito a uma verdadeira aula sobre heráldica!), dicas para criar personagens de todos os tipos, idades, profissões e status – desde crianças possuidoras da Visão Verde, Meistres, Cavaleiros Juramentados experientes, e até mesmo Irmãos da Patrulha da Noite ou Troca-peles!

Artwork for Game of Thrones - Nightwatch RPG

E regras de combate, claro! (regras para batalhas homem a homem e entre exércitos), porque tanto em Westeros quanto nos RPGs, combates são divertidos e essenciais!

O sistema de jogo usado no Guerra dos Tronos RPG foge um pouco ao que os jogadores de fantasia medieval estão acostumados: Saem os dados poliedricos estranhos (d20, d10, d12, d8, d4) e entram os dados comuns de 6 lados… (mais conhecidos como d6), um monte deles na verdade.

Tradução

Agora, a bola fora: Todos nós estamos acostumados com as traduções da Leya, por mais estranhas que elas sejam de vez em quando (“Correrrio” é impraticável, convenhamos). Estamos confortáveis com os termos, e era de se esperar que a Jambô mantivesse todos, fazendo com que os fãs das Crônicas que não jogam RPG pudessem se identificar ainda mais.

Mas não foi o que aconteceu.

night_watcher_by_zippo514-d5cyjfw
A verdadeira emoção de fazer parte da patrulha da noite, em eras passadas

A opção foi pela escola “traduza tudo da forma mais direta possível”. E ao invés de Correrrio, temos Rio Corrente. Em vez de Ponta Tempestade, temos Ponta DA Tempestade. E assim vai piorando: Porto DO REI, Rocha do Dragão, Arvoredo… até chegar em JON NEVE.

Isso aí. Eles traduziram os nomes dos bastardos.

E por isso teremos Alayne Pedra, Edric Tempestade, Ellaria Areia (fale isso bem rápido sem gaguejar!), além de alguns não-bastardos que você não reconhece de primeira – como o Capitão Davos Pronto-Ao-Mar.

No fim das contas, apesar desse deslize, eu gostei do livro. Enquanto os termos diferentes não me confundirem e eu puder saber à que personagem ou cidade eles estão se referindo, pra mim está tranquilo.  E aí, ficou interessado?

80558
Eu mataria Aerys com gosto

Se você nunca jogou RPG na vida, eis uma boa oportunidade de aprender e se divertir num cenário familiar.

Se já joga, é mais uma opção disponível. Para ambos, a satisfação de viver aventuras, criar e modificar destinos em Westeros, além de jogar o Jogo dos Tronos!

Você pode adquirir o seu exemplar de Guerra dos Tronos RPG na Loja Jambô…

Clique na imagem e compre o livro!

Se você gostou desse texto, pode acompanhar meu blog, o ZUADA! onde eventualmente posto material sobre Guerra dos Tronos RPG e outros jogos.

image

Ah, e continuem acompanhando o melhor blog de A Song of Ice and Fire do Brasil: DrunkwookieBlog!

Nos vemos por aí!

__________________

Realmente um ótimo post sobre RPG e sobre A Guerra dos Tronos!

Gostaram da novidade? Essa é a primeira de muitas parcerias com o Blog Zuada!

Eu fiquei muito interessado, e com certeza trarei essa novidade da Jambô Editora  para casa!!!

Um preço acessível, um material de ótima qualidade e mais… Já pensaram em ser um troca-peles selvagem, sob o comando de Joramun?

Ou fazer parte da Patrulha da Noite 100 anos antes da chegada do primeiro dragão em Westeros?

Quem sabe, ser um discípulo do Deus de Muitas Faces que age de acordo com os desígnios da Casa do Branco e Preto?

Ou ainda, ser um dos passarinhos de Varys, mas ao mesmo tempo servir à Mindinho…

As possibilidades de trama são imensas…e isso instiga um grupo de amigos à se juntarem em um fim de semana para viajarem à Westeros!

A dica para quem vai comprar o livro é:

Comprem também A Land of Ice and Fire.

Esse livro tem um material muito interessante para ajudar na condução da campanha! Além de ser uma verdadeira obra de arte, indispensável para a coleção de qualquer fã.

IMG_1786b-1024x682

É isso ae…

Até a semana que vem!

8 comentários sobre “O que esperar de “A Guerra dos Tronos RPG”?

  1. Poxa, cheguei lendo a postagem na espectativa de você ter conseguido um pra sortear aqui… kkk. Mas deixa, de qualquer forma eu vou comprar, tava esperando uma resenha assim pra saber se é de qualidade.

  2. Parabéns Rodrigo pelo post e pela parceria! Também estou lendo e estou achando muito bom. Achei ótima a introdução-resumo que eles fizeram sobre Westeros. Tem informações úteis e que, as vezes, mesmo quem já leu acaba se dando conta de algumas coisas.
    Mas os nomes são algo realmente irritante… Jardim Alto, Vinhedo Vermelho e o Extremo (que demorei uns bons minutos para descobrir que era a Campina) estão sendo difíceis de engolir. Mas fora isso, está me parecendo muito bom.

  3. Ótima apresentação do RPG a Guerra dos Tronos ao pessoal que ainda não o conhece. Mas no link abaixo tem uma iniciativa dos usuários do Fórum da Jambô Editora (não informado nesta resenha) de colher o maior número possível de diferenças entre a tradução Oficial da Leya e a tradução escolhida pela Editora Jambô. Caso alguém encontre algum termo ainda não listado nesta lista sintam-se a vontade para comentar lá no fórum para que possamos deixá-la ainda mais completa.

    https://docs.google.com/spreadsheet/pub?key=0Ak4EIJmbRI7OdEhIa0Q1cVRCQzl5eHN4TWJfcGJEdVE&single=true&gid=0&output=html

  4. Bryden rios seria terrível rsrsrsrsrs. Eu gostei, nunca joguei RPG sem ser o videogame mesmo, acho que ia ser bom começar numa série que eu gosto.

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s