25 comentários sobre “Os Wargs e Troca-Peles de "As Crônicas de Gelo e Fogo"

  1. Muito bacana o post….. to louca pelo próximo sobre o Bryden Rivers, tb….
    mas, me ocorreu uma idéia meio maluca: e se os Outros forem controlados da mesma forma? E se eles forem controlados pelo povo da floresta para retomar o mundo para si?
    Sei lá se viajei….. haha, mas, esse pensamento tem me ocorrido bastante ultimamente

  2. eu acredito na teoria que fala que jon e filho de rhaegar e lyanna, então ja pensou se o jon conseguisse trocar de peles com um dragão? seria muito legal

  3. Oi Drunk!

    Ótimo post! Esclareceu muita coisa. Ai, meus deuses, tenho tanta coisa pra comentar…vamos lá. E provavelmente darei spoilers, então se quiser editar, beleza.
    Acredito que Robb morreu na hora que negou Vento Cinzento, como acho que já falei por aqui. Na hora que ele fala pra mãe dele que não é lobo, pra mim foi ali que ele cavou a sepultura. Einteressante você colocar que os lobos sentem o que os donos sentem, mas Robb não está nem aí para o fato de Vento Cinzento detestar a família da esposa dele. Não tinha pensado nisso até agora, apesar de VC pressentir o perigo iminente no RW.
    E outra coisa que me chamou atenção agora foi essa última fala que você colocou da Catelyn, dizendo que há um lobo para cada uma das crianças Stark. Bom, mas foram encontrados 6 lobos, Jon ficando com Ghost. Bom, daí dá pra entender que Jon é Stark sim, ainda que bastardo. Eu acredito que ele seja filho de Lyanna e Rhaegar, e os Targaryens sõ outra família com forte magia, por assim dizer e falta de outra palavra. Então, ele é sim muito poderoso, só não sabe disso ainda. Mas eu acho que logo ele mostra isso (não quero dar mais spoilers).
    E falando nele, acho que ele resistiu ao dom no começo, mas em grau bem menor que Robb, e acho que mais para o final, quando ele se dá conta de que sentiu o cheiro de Borroq antes, ele já aceita melhor, se ainda não entende. Pelo menos foi a impressão que eu tive. E acho que Ghost vai ter papel muito importante salvando Jon, você sabe quando (de novo, tentando evitar spoilers). E falando nisso, acho que é bem óbvio quem leva a melhor na batalha pelo Ghost. E finalizando sobre ele, e retomando o que eu disse sobre ele ser m eio Targaryen, acho que ele é uma das cabeças do dragão.
    Quanto a Bran, concordo, ele é o que tem o dom mais desenvolvido, asm porque teve alguém que o ensinasse. Arya e Jon não tem ninguém. Mel não conta, porque além de Jon desconfiar dela, ela tem uma agenda própria, que eu ainda quero descobrir. E acho que quem ama a Meera é o Bran mesmo, acho que aquele pensamento foi de Bran, e não de Hodor. O que não significa que o grandão não possa sentir algo pela garota.
    Também acho legal sobre os corvos, e acrescento que tem algo de muito estranho com o corvo do Mormont. E acho interessante que o corvo, por livre vontade, escolheu ficar com Jon. Também não tinha pensado nisso até escrever.
    E lembro que Sansa começou a se comportar de forma estranha e a mentir justamente quando perdeu Lady. Bran coloca isso de forma muito simples: ela perdeu seu lobo.
    Bom, acho que é isso.

    Beijos!

    natrilhadoslivros.blogspot.com (só pra diferenciar da outra Fernanda que comenta ;D)

  4. Gostei do post. As Crônicas de Gelo e Fogo têm tanta história, detalhes e informações no meio de centenas de páginas que fica dificil você organizar tudo na sua mente, a nao ser que vc recorra a inúmeras leituras como voce que escreveu o post deve fazer. Acho muito legal essa socialização… Infelizmente, eu não tenho muitas teorias ou sugestões, mas acho todas elas, e falo dos posts anteriores sobre o que pode acontecer em OS VENTOS DO INVERNO, muito verossímeis, lógicas e bem possíveis de acontecer… Por isso, não vejo a hora de ler suas teorias e previsões do que irá acontecer com a Daenerys, e como vc msm sugeriu ao fim deste post, suas teorias com relação ao Corvo de tres olhos e Bran. Sabe da a impressão de que apenas dois livros, msm com umas 800 páginas, não será suficiente para solucionar todos esses mistérios
    Acho o fato de GRRM ter dado o titulo UMA ERA DE LOBOS ao ultimo livro muito sugestivo.. Ele mudou de ideia como todos nós sabemos muito bem… UM SONHO DE PRIMAVERA, mais ou menos assim, já não sei o que sugere, talvez, que o inverno esteja realmente e bastante rigoroso… Eu gostaria também de ler posts com teorias sobre os caminhantes brancos, ose há pistas sobre o que eles pretendem, o que querem, de onde vem… seria interessante…

  5. Bem interessante tudo isso, D.
    Entao, me ajuda a ligar as coisas: SE no post sobre Jon vc afirma que ele morreu sim (o corpo fisico, confirmado pela visao do Bran) e acredita na consciencia dele passar para o fantasma E nesse post vc explica q qdo o corpo humano morre e a consciencia passa pro animal, ela nao dura muito e logo vai se desvanecendo, ate deixar de existir, ENTAO, pra q o Jon seja o AA, vai ter q ser em outro corpo, vai ter que renascer mesmo! Ou os Starks sao wargs mais poderosos e a segunda vida deles nao se perde necessariamente.
    Outra coisa: me espantei com a hipotese surgida na fala da Cat de os lobinhos nao terem sido achados por coincidencia. O “foram enviados pelos deuses” eh uma forte referencia a um destino ja tracado para os Starks.
    Bom, gostei muito do blog e das hipoteses levantadas. Voce eh otimo.
    Fiquei empolgada e percebi como faco um leitura apressada e desatenta. Mas sou salva da minha displicencia por essas discussoes… Hehehe. “inda bem”!!!

    1. Vamos lá…
      na verdade isso de “a consciência vai desvanecendo” era uma verdade que Haggon acreditava, e Varamyr acabou entendendo ser verdade. Mas Bran nos mostra que não. a consciência fica lá, tendo em vista que ele encontrou a consciência de um filho da floresta dentro do corvo de Brynden.
      E sobre Jon, acredito que ele será curado por melisandre, e sua consciência voltará para o corpo assim que for curado.

  6. Eu acho que o Mãos-Frias talvez possa ser o Benjen Stark pelo jeito como ele fala com Bran e com os outros algo me soou familiar e pelo manto negro logicamente.

  7. Teoria maluca que me veio antes no inicio do texto, meio sem nexo mas tenho que falar.

    “No proto-germânico, wargaz significa “estrangulamento”, que por sua vez tem o significado de “malfeitor, criminoso, pária e excomungado”.”

    Estrangulamento… e a Cersei não vai segundo uma profecia morrer estrangulada?

    Não tem grande sentido e nem muita logica, mas veio na minha cabeça num “boom” e tive que compartilhar.

  8. Genteee! Ótimo o post e MUITO esclarecedor! Com certeza deu muuuito trabalho!
    Achei fantástico os comentários tbm, as novas hipóteses… Deslizar para dentro de um dragão, lutas entre Snow e os troca-peles selvagens… waaah preciso ler o próximo!

    Quanto ao último capítulo do Senhor Comandante.. Bom, eu tenho fé que ele não morreu! ç.ç

    Gostaria de ver Arya voltando a Westeros e reencontrando Niméria! Vê-las juntas em ação…

  9. O POV de Varamyr no livro 5, é simplesmente lindo e lembra muito a sua citação do Sidarta de H.Hesse. Para mim, ele tem o seguinte recado: na verdade não existe a morte de verdade, pois alma-consciência passa a estar presente em outros seres.Os troca-peles experimentam isso de maneira bem evidente.

  10. Muito boas as suas referências ao Sidarta de H.Hesse. Ocorreu-me outra também: o perspectivismo indígena. Segundo a tese do antropólogo brasileiro Eduardo Viveiros de Castro, para os indígenas, todas as almas-consciência são em essência iguais às ‘humanas’. Sendo as diferentes formas não mais do que uma roupa, ou pele.

  11. Olá, conheci a pouco seu blog e acho-o máximo. Já lá vou na 3ª leitura dos livros e sempre encontro detalhes despercebidos nas leituras anteriores.

    Como voce já afirmou, GRRM não deixa nenhum pequeno detalhe ao acaso. E tendo em conta isso creio que:

    Daenerys é também uma Warg, e das poderosas.

    Para justificar minha opnião cito três passagens do livro A Dança dos Dragões:

    1º . “Drogon levantou a cabeça, sangue pingando dos dentes. O herói pulou nas costas do dragão e desceu a ponta de ferro da lança na base de seu longo pescoço escamado.
    Dany e Drogon gritaram em uníssono.”
    Aqui ocorre o mesmo quando Jon sentiu a dor do Fantasma.

    2º . “Quando chicoteava sua égua prateada no flanco direito, a égua ia para a esquerda, por causa do instinto primitivo dos cavalos de fugir do perigo. Quando acertava o chicote do lado direito de Drogon, ele desviava para a direita, pois o primeiro instinto do dragão é sempre atacar. Mas, algumas vezes, parecia não fazer diferença onde ela o acertava; algumas vezes ele ia para onde queria e a levava consigo. Nem chicote nem palavras podiam virar Drogon, se ele não quisesse ser virado.”
    Aqui mostra que as comuns ferramentas de comando usadas nas montarias não funcionam com o Dragão.

    3ª . “Dany o observou partir. Quando o som dos cascos tinham sumido no silêncio, começou a gritar. Gritou até que sua voz ficou rouca… e Drogon veio, bufando nuvens de fumaça. A grama se prostrou diante dele. Dany saltou em suas costas. Ela fedia a sangue, fedor e medo, mas nada disso importava.
    – Para seguir em frente, tenho que voltar para trás – disse. Suas pernas nuas se apertaram no pescoço do dragão. Ela o chutou, e Drogon atirou-se no céu. Seu chicote se perdera, então usou as mãos e os pés para virá-lo para noroeste, o caminho que o batedor tomara. Drogon foi com suficiente boa vontade; talvez tivesse sentido o medo do cavaleiro.

    Aqui percebemos que o Dragão faz exatamente o que ela quer; para quem leu o capitulo todo sabe que nesse exato momento, quando o Dragão aparece, ela esta terrivelmente debilitada, e como ele tem escamas mais duras que chifres não sentiria seus chutes e afins. E o grande mestre GRRM deixa ali outra pista onde em vez de afirmar que o dragão seguiu o batedor por causa do medo, ele deixa aquele 10x maldito TALVEZ.

    Bem, isso como todo o blog é pura especulação, mas caso confirme-se, nem precisa explicar o porque de afirmar que é uma warg poderosa.
    Quantos wargs em mil podem “wargar” um dragão?

  12. Olá,
    Gostei da leitura, mas agora no finalzinho li uma coisa interessante:

    Assim, para Varamyr, o troca-peles pode viver uma segunda vida em outro ser, mas ao que tudo indica é uma vida temporária, até que com o tempo a memória do indivíduo se desvaneça.

    A consciência se apagaria com o tempo, já o dom de trocar de pele morria com o corpo original.”

    Sabe o que isso significa? Que se o Jon Snow de fato morrer com as facadas, ele não conseguiria retomar seu corpo. Pois o dom morre junto com o corpo… E eu realmente acho que a Melisandre nao consegue dar o ‘beijo de Hllor’ ..
    Então já passo a acreditar que Jon nao vai morrer e ficar no corpo de fantasma..

  13. Acho que esse dom de “trocar pele” será importante para controlar os dragões no proximo livro. Pois a Dany apesar de ter sangue de dragão está com dificuldade de fazer isso, e os dragões sem controle serão inuteis para conquistar westeros.

  14. Pelo corpo chamuscado de Deus, Li semana passada “Desespero – Stephen King” muito bom e recomendo, achei uma parte muito interessante que fala de trocar de pele, a parte lembra muito a cena de Game of Thrones, onde Jon Snow mata Orell e logo em seguida o mesmo desliza para pele de sua águia, aqui vai a passagem:

    A coisa rolou com Ellen de barriga pra cima, fitando o céu cheio de estrelas, gemendo de dor e ódio, e chegara tão perto. Foi quando viu um vulto negro la em cima, apagando as estrelas numa espécie de crucifixo, e sentiu um novo surto de esperança… ergueu os olhos moribundos de Ellen, e a águia dourada desceu entre eles, olhando o rosto agonizante de “Tak” com olhos de êxtase…pág. 342. Agora literalmente com olhos de águia conseguia uma melhor visão de todos…pág. 349!

    O livro fala mas sobre trocar de pele, as vezes soa muito semelhante com As Crônicas…

  15. Na verdade era bran quem era apaixonado por meera. Ha evidencias disso em outras passagens do livro, como uma em que ele diz que se pudesse a abraçaria, mas teria q se arrastar para isso…

  16. Olá drunk, estou lendo um livro muito bom, A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr, recomendo, mas enfim, li um trecho do livro que descreve uma cena em que uma feiticeira desliza para pele de um rato, achei muito interessante e queria compartilhar com o pessoal da comunidade, Segue:

    -Improvisou uma luva fazendo duas dobras no tecido da túnica, e agarrou um dos roedores que pela ferrugem se esgueirava. Com a mão direita, coletou um pouco de seu próprio sangue, que fluía pelo ferimento, e marcou uma runa mágica nas costas do animal. Depois arrancou um fio de pele do bicho e enfiou debaixo da língua.

    – Ia Mashmashti! Kakammu Selah! – recitou, fitando os miúdos olhos da criatura.

    […]

    Soltando o bicho no chão, a feiticeira fechou os olhos e principiou a visão.
    Se comparada à visão do homem, a visão dos ratos é embaçada e monocromática, mas extremamente eficiente a noite. O animal avançou para o norte, procurando a escada ao nível superior… Shamira, A Necromante.

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s